Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Bolsonaro diz que quer mandar alunos para exterior 'como foi feito lá atrás'

Em transmissão em rede social, presidente falou sobre parcerias com Israel na área científica

Phillippe Watanabe
São Paulo

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), durante transmissão via redes sociais, disse que quer mandar universitários para Israel, “assim como foi feito lá atrás, onde a garotada ia para outros países, aqui do Brasil, aprender agricultura, nós queremos fazer a mesma coisa, com agricultura no deserto”.

“Queremos mandar a nossa garotada, os universitários para ficar aí 15, duas, três semanas lá fora para que essa tecnologia venha para cá e ele possa bem aplicá-la aqui no Brasil”, afirmou Bolsonaro, referindo-se a técnicas de irrigação por gotejamento e criação de peixes.

Bolsonaro ao lado de Sergio Moro e do general Augusto Heleno
Bolsonaro durante transmissão via rede social - Reprodução/Facebook

O presidente disse que o contato principal com Israel será relacionado a ciência, tecnologia e inovação.

Bolsonaro afirmou que pretende "botar no papel [o intercâmbio dos universitários], botar em prática o mais breve possível".

A ideia se assemelha à proposta do Ciência sem Fronteiras, criado em 2011, durante o governo Dilma Rousseff (PT). Entre os objetivos do programa estavam investir na formação de pessoal altamente qualificado nas habilidades necessárias para o avanço da sociedade e ampliar o conhecimento inovador de pessoal das indústrias tecnológicas.

A falta de recursos levou ao congelamento do programa de Dilma, além de haver críticas quanto à aplicação da ideia.

A Folha também mostrou deficiências na aplicação de uma das propostas do programa —treinamento "nas melhores instituições e grupos de pesquisa disponíveis (...) de acordo com os principais rankings internacionais". Segundo levantamento da Folha, menos de 4% dos alunos que participaram do programa foram estudar nas melhores universidades do mundo.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.