NAIEF HADDAD
ENVIADO ESPECIAL A PARATY, ANGRA
DOS REIS E MANGARATIBA (RJ)

É como um reino de conto de fadas. As 200 mansões estão abertas para a rua ou rodeadas por discretas cercas-vivas, de plantas como azaleia. Não se veem grades ou muros altos de concreto.

Ao abrir a janela, os donos das casas mais bem localizadas podem observar o movimento das praias, do canal navegável ou da marina, onde estão atracados dezenas de iates e lanchas. Todos têm vista para a cadeia de montanhas da mata atlântica.

Outros benefícios são heliporto, campo de golfe, quatro quadras de tênis e centro médico. Em nome da segurança, existem duas barreiras na entrada -uma delas com homens de preto ostensivamente armados.

Lançado em 1974, o condomínio Laranjeiras, em Paraty, é uma das áreas mais cobiçadas ao longo do circuito de luxo da Costa Verde.

A faixa de terra conhecida como Costa Verde se estende do litoral sul do Estado do Rio ao litoral norte de São Paulo.

É no trecho fluminense, de cidades como Paraty, Angra dos Reis e Mangaratiba, que as belezas naturais mais se destacam, assim como as mansões e os iates.

Não é por acaso que moradores de São Paulo têm casas no Laranjeiras, como Renata de Camargo Nascimento, herdeira do grupo Camargo Corrêa, e Felipe Melo, volante do Palmeiras.

Os preços das mansões no lugar variam de R$ 2 milhões a R$ 18 milhões, de acordo com Zuca Monteiro, corretor que negocia imóveis do condomínio há mais de 30 anos.

Não fosse a recessão dos anos recentes, os valores seriam mais altos, diz ele. "Agora vejo mais gente interessada nas casas. Surgem sinais de melhora. Mas os preços ainda não foram afetados."

Nesse universo muito particular de mansões à beira-mar e iates com três, quatro andares, não faltam novas iniciativas que demonstrem vigor econômico, apesar da crise do Estado do Rio.
Na Costa Verde fluminense, condomínios passam por expansão, um hotel sofisticado acabou de abrir e um aeroporto será ampliado.

Crédito:

1. PARATY

Fundação: 1667 (350 anos)
População: 41.454*
IDH: 0,693 (é o 63º entre os 92 municípios do Estado)
Distância do Rio: 248 km
Distância de São Paulo: 268 km
Prefeito: Carlos José Gama Miranda, o Casé (MDB)

2. ANGRA DOS REIS

Fundação: 1502 (516 anos)
População: 194.619*
IDH: 0,724 (é o 31º entre os 92 municípios do Estado)
Distância do Rio: 157 km
Distância de São Paulo: 396 km
Prefeito: Fernando Antônio Ceciliano Jordão (MDB)

3. MANGARATIBA

Fundação: 1831 (186 anos)
População: 42.415*
IDH: 0,753 (é o 10º entre os 92 municípios do Estado)
Distância do Rio: 105 km
Distância de São Paulo: 377 km
Prefeito: Aarão de Moura Brito Neto (PPS)

*Estimativa do IBGE em 2017


AVIÕES E HELICÓPTEROS

"Há dias em que passo ao lado do aeroporto daqui de Paraty e vejo um monte de aviões e helicópteros", conta o artista plástico mineiro Marcio Franco, que vive na cidade há mais de 30 anos.

Nos finais de semana, durante a alta temporada, pousam na pequena pista de Paraty até 24 aeronaves por dia, aviões em sua maioria.

Os helicópteros costumam tomar outro rumo. Aterrissam nos helipontos dos principais condomínios da região.

Os condôminos da praia do Frade, uma das áreas de Angra voltadas para a classe A, têm um heliponto à disposição. No verão, o local recebe cerca de cem pousos por mês.

Foi no Frade, aliás, que o grupo Fasano abriu seu mais novo hotel, no final de 2017.

Outra novidade por lá é o crescimento do condomínio Frad.e, que terá 145 unidades, de 160 m² a 594 m². Ficam em pequenos prédios assinados pelos escritórios de Thiago Bernardes e Paulo Jacobsen, dois dos mais prestigiados arquitetos do Rio. Os preços variam de R$ 2,5 milhões a R$ 15 milhões.

Logo ao lado deste empreendimento está o tradicional Porto Frade, onde Rodrigo Faro, apresentador da TV Record, é dono de uma mansão.

Ele costuma atracar seu iate na marina de Bracuhy, também em Angra. Lá, porém, os olhares se concentram no barco de Luciano Huck.

O iate do apresentador da Globo ficou pronto há pouco mais de um ano, quando foi avaliado em R$ 30 milhões. São quatro andares, quatro suítes e duas cozinhas.

Huck tinha uma casa ladeada por bangalôs na ilha das Palmeiras, em Angra, mas a vendeu em 2013 para Joesley Batista, dono da JBS.

Preso desde setembro do ano passado, Joesley colocou a mansão praiana à venda no final de 2017, mas ainda não conseguiu fechar negócio.

Vazio, o imóvel contrasta com o clima festivo do verão das ilhas de Angra. Quase não se ouve música em alto volume, mas a farofa, em versão chique, resiste. Alguns barcos têm a parafernália para o preparo do churrasco.

Na praia do Dentista, na ilha da Gipoia, são comuns os congestionamentos mar adentro nos finais de semana na alta temporada, segundo pessoas que trabalham no lugar. Nessas ocasiões, mais de 200 iates e lanchas se concentram no pedaço, além das escunas com grupos de turistas menos afortunados.

Proprietário de uma mansão à beira-mar na estrada do Contorno, em Angra, o empresário Eike Batista costumava visitar essa praia a bordo do seu iate Spirit of Brazil VIII, produzido na Itália.

TERRA, MAR E AR

Carlos Borges é dono do complexo Portobello, em Mangaratiba, e da pousada Porto Imperial, em Paraty. Também está entre os sócios dos condomínios do Frade, em Angra dos Reis.

Poucos têm tanta autoridade para enumerar as razões do sucesso da Costa Verde do Rio entre os milionários.

"Não existe no Brasil baía tão bonita quanto a da Ilha Grande", diz. "Além disso, há segurança em dois sentidos. Primeiro, o mar é calmo, muito bom para navegar. Depois, em terra, os condomínios oferecem um ambiente seguro."

Portobello é a joia da coroa de Borges. A propriedade de 2.500 hectares (o equivalente a 16 vezes o tamanho do parque Ibirapuera) vai além do condomínio, onde Neymar e o casal de atores Adriana Esteves e Vladimir Brichta têm suas casas de veraneio.

O complexo inclui um aeroporto com pista recém-reformada, um heliponto, uma marina e até safári. E não para de crescer.

O empresário lançou recentemente o Fly Inn Portobello, uma área destinada a casas com estrutura para abrigar avião e lancha. É o conceito "terra, mar e ar".

Borges está convicto do potencial do corredor da Costa Verde do Rio. "Os investimentos na região são inexoráveis", afirma.


Alguns donos de mansões e casas na Costa Verde

1. PARATY

CONDOMÍNIO LARANJEIRAS

Felipe Melo
volante do Palmeiras

Crédito: Cesar Greco - 1º. ago.17/Ag Palmeiras/Divulgação Felipe Melo, volante do Palmeiras
Felipe Melo, volante do Palmeiras

José Roberto Marinho
presidente da Fundação Roberto Marinho

Olavo Setúbal Júnior
conselheiro do banco Itaú

Renata Camargo
acionista do Grupo Camargo Corrêa

CENTRO HISTÓRICO

Naji Nahas
libanês radicado no Brasil, é empresário do setor financeiro. Chegou a ser preso na operação Satiagraha em 2008

Roberto Irineu Marinho
presidente do conselho de administração do Grupo Globo

ESTRADA DE PARATY A CUNHA

José Roberto Marinho
presidente da Fundação Roberto Marinho


2. ANGRA DOS REIS

CONDOMÍNIO PORTO FRADE

Rodrigo Faro
apresentador da TV Record

Crédito: Bruno Poletti/Folhapress Rodrigo Faro, apresentador da TV Record
Rodrigo Faro, apresentador da TV Record

ESTRADA DO CONTORNO

Eike Batista
fundador e presidente do grupo EBX. Por determinação do STF, cumpre recolhimento domiciliar noturno

NAS ILHAS

Família Pitanguy
filhos do cirurgião
plástico Ivo Pitanguy (1926-2016)

Israel Klabin
ex-presidente do grupo Klabin e ex-prefeito do Rio

Joesley Batista
um dos donos da JBS, teve prisão preventiva decretada pelo uso de informações privilegiadas (mansão está à venda)


3. MANGARATIBA

CONDOMÍNIO PORTOBELLO

Adriana Esteves e Vladimir Brichta
atores

Crédito: Fábio Rebelo - 07.fev.14 Vladimir Brichta e Adriana Esteves, atores
Vladimir Brichta e Adriana Esteves, atores

Emerson Sheik
atacante do Corinthians

Fátima Bernardes
apresentadora da TV Globo

Neymar
atacante da seleção brasileira e do PSG

Regina Casé
apresentadora da TV Globo


AEROPORTO AMPLIADO

Há cerca de duas décadas, os moradores e, principalmente, os donos de hotéis de Angra dos Reis (RJ) têm reivindicado a ampliação do aeroporto da cidade para melhorar o acesso dos turistas.

O pedido, enfim, será atendido, afirma Delmo Pinho, subsecretário estadual de Transporte do Rio.

De acordo com ele, as obras começam neste ano depois de uma licitação e serão concluídas em 2019. O investimento, a cargo do governo federal, é de R$ 31 milhões.

A pista, que tem atualmente 917 m, alcançará 1.200 m, o que vai exigir, entre outras medidas, a construção de um aterro de 100 m sobre o mar.

Para efeito de comparação, a pista do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, tem 1.940 m, e a do Santos Dumont, no Rio, 1.323 m.

Ampliado, o aeroporto de Angra se tornará apto para receber aviões com até 50 lugares. Hoje, prevalecem aeronaves com, no máximo, 12.

O local já recebe voos regionais regulares nos finais de semana, mas eles não atendem a demanda de turistas em razão da baixa capacidade dos aviões.

O subsecretário acredita que a reforma atrairá empresas proprietárias de aeronaves maiores, interessadas em promover voos regulares para as cidades de São Paulo, Rio e Belo Horizonte.

Para João Willy, presidente da TurisAngra (Fundação de Turismo de Angra dos Reis), o equivalente à secretaria municipal do setor, a ampliação da pista vai melhorar o acesso dos turistas à cidade, tornando-a menos dependente da via terrestre.

"A rodovia Rio-Santos é sinuosa, complicada", diz Willy. "Falta sinalização."

Segundo o presidente da TurisAngra, os engarrafamentos no trecho da Rio-Santos entre Itacuruçá, distrito de Mangaratiba, e Angra se estendem por até três horas durante a alta temporada.

ESTAÇÃO METEOROLÓGICA

O projeto em Angra também inclui a construção de um terminal de passageiros, com 600 m², e de um estacionamento, com cerca de 50 vagas para carros.

Segundo Pinho, serão instalados ainda novos equipamentos de proteção aos voos. O principal deles é a estação meteorológica de superfície automática, que permitirá acompanhamento mais minucioso dos fenômenos atmosféricos. Só a estação custará R$ 2 milhões.

A área pertence à União, mas é administrada, sob regime de concessão, pela empresa Angra Aeroportos.

OUTRAS PISTAS

Hoje, entre as cidades do trecho fluminense da Costa Verde, a pista mais extensa é de propriedade particular. Com 1.200 m, ela fica no condomínio Portobello, em Mangaratiba, onde os jogadores Neymar e Emerson Sheik têm mansões. Seu uso é bastante restrito, portanto.

Já o aeroporto de Paraty, administrado pela prefeitura, é ainda mais modesto que o de Angra. Tem apenas 700 m e não pode ser ampliado devido à existência de residência nas proximidades.

Segundo Delmo Pinho, os aeroportos de outras duas cidades do Estado também passarão por reformas. Mas os valores ficam bastante aquém do destinado a Angra. Resende recebeu R$ 7 milhões, e Itaperuna, R$ 3 milhões.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.