Descrição de chapéu Rio de Janeiro

Polícia do Rio prende acusado de matar ex-namorada na Austrália

Ele foi encontrado na casa de parentes em Botafogo, na zona sul

Nicola Pamplona
Rio de Janeiro

A polícia do Rio prendeu neste sábado (7)  Mário Marcelo Ferreira dos Santos Santoro, 40, acusado de matar a empresária Cecília Müller Haddad, 38, por estrangulamento na Austrália.

Santoro foi encontrado por policiais da 18ª Delegacia de Polícia na casa de parentes em Botafogo, na zona sul do Rio. Sua prisão foi decretada pela Justiça do Rio na quinta (5), mas ele não havia sido localizado nas primeiras buscas e era considerado foragido.

O corpo de Cecília foi encontrado no rio Lane Cover, em Sydney, no dia 29 de abril.  Ex-namorado da empresária, Santoro deixou a Austrália rumo ao Rio no mesmo fim de semana. 

A princípio, ele era considerado apenas pessoa de interesse pela polícia australiana. No último dia 27, porém, foi emitido um mandado de prisão contra o brasileiro na Austrália.

A empresária Cecília Haddad, 38, encontrada morta em Sidney
A empresária Cecília Haddad, 38, encontrada morta em Sidney - Divulgação

A Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio iniciou investigações em maio, acionada pela família de Cecília. Em nota, diz que, a partir de análise pericial de documentos, é possível evidenciar que Santoro é o autor do crime.

Em maio, ele disse que estava em contato com a polícia da Austrália e à disposição das autoridades. Parentes dele chegaram a afirmar que ele estaria pronto para embarcar para Sydney para provar sua inocência no caso.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.