Ministério dá aval a início de obras em ponte de acesso à Dutra, em SP

Estrutura foi interditada na noite de quarta; não foi definida responsabilidade

Trânsito na tarde dessa quinta, véspera de feriado, é normal, mesmo após bloqueio da ponte de acesso à Dutra
Trânsito na tarde dessa quinta, véspera de feriado, é normal, mesmo após bloqueio da ponte de acesso à Dutra - Bruno Santos/Folhapress
Fabrício Lobel
São Paulo

O Ministério da Infraestrutura, após reunião em Brasília, aceitou que a Prefeitura de São Paulo iniciasse as obras de reparação da ponte que serve de acesso à rodovia Presidente Dutra

A interdição da ponte ocorreu no início da noite desta quarta-feira (23), após técnicos contratados pela Prefeitura de São Paulo identificarem o risco iminente de acidente. Isso ocorre apenas dois meses após um viaduto na marginal Pinheiros ceder e ser interditado, causando transtornos e alertando a prefeitura sobre a precariedades desse tipo de estrutura na cidade.

Durante toda a quinta-feira (24), o governo federal, estadual e a concessionária discutiram sobre quem recaia a responsabilidade da manutenção e da reforma da ponte. A concessionária disse não ter ingerência sobre aquele trecho, a prefeitura disse que a ponte era federal e o governo federal admitiu não saber a quem ela pertencia. 

No início desta quinta, o prefeito Bruno Covas (PSDB) disse que a prefeitura estava disposta a assumir a obra de reforma e depois discutir a responsabilidade do seu custeio. O prefeito pediu apenas uma sinalização do governo federal concordando com os termos.

No início da noite, o Ministério da Infraestrutura concordou que a prefeitura tocasse a obra. " O objetivo é restabelecer o tráfego o mais breve possível e preservar o usuário. Em um segundo momento, serão discutidas entre o governo federal e o município as questões administrativas que dizem respeito à ponte", disse o ministério em nota.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.