Descrição de chapéu Alalaô

Folião morre ao ser agredido após bloco em Belo Horizonte

Jovem teria vomitado no pé da namorada de um dos agressores

Leonardo Martins
São Paulo | UOL

O jovem Marcos Thiago Muniz de Faria, 18, foi morto neste domingo (3) após ter sido agredido ao final de um bloco de Carnaval que terminou o seu trajeto na rua Doutor Sylvio Menicucci, no bairro Castelo, na região da Pampulha, em Belo Horizonte.

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, Faria estava embriagado, passou mal e acabou vomitando no pé da namorada de Leonardo Henrique Amormino Costa, 24. Faria e Costa, então, começaram a se agredir fisicamente. A mulher não teve o nome revelado.

Ainda de acordo com a polícia, quatro pessoas, que supostamente eram amigos de Faria, entraram na briga e começaram a agredir Costa. Na troca de agressões, Faria caiu e bateu a cabeça no chão.

Chamado para atender a ocorrência, o Samu constatou a morte de Faria ainda no local. 

Costa disse à polícia que empurrou Faria para se defender, e que o rapaz ficou desacordado ao cair e morreu.

Pessoas que estavam no local no momento em que a PM chegou, porém, contaram que, com a vítima já desmaiada, Costa teria batido a cabeça de Faria várias vezes contra o solo. Nenhuma delas foi levada para depor na delegacia.

Costa e mais quatro homens, que não tiveram a identidade revelada, foram detidos em flagrante e levados à central de flagrantes da Polícia Civil 4.

O delegado responsável pelo caso ouviu o depoimento de Costa, que acabou sendo liberado, ainda segundo a Polícia Civil, por falta de testemunhas. Mesmo assim, diz a polícia, o caso seguirá sendo investigado pela delegacia de homicídios

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.