Acusado de matar ator de 'Chiquititas' é suspeito de vender peças roubadas, diz polícia

Paulo Cupertino Matias, 48, está foragido desde o crime, no começo do mês

Thiago Amâncio
São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo apreendeu nesta quarta-feira (26) centenas de peças automotivas sem procedência em um desmanche de carros que pertence a Paulo Cupertino Matias, suspeito de matar a tiros o ator de "Chiquititas" Rafael Henrique Miguel, 22, e os pais do jovem, Miriam Selma Miguel, 50, e João Alcisio Miguel, 52. Ele está foragido desde os assassinatos, no dia 9. 

Policiais da 3ª delegacia Divecar (Divisão de Investigações sobre Furtos, Roubos e Receptações de Veículos e Cargas) encontraram o material na loja, que fica na estrada dos Alvarengas, na zona sul de São Paulo. Os agentes suspeitam que o local fosse usado para adulterar carros roubados.

Segundo a polícia, na mesa da loja havia uma foto de Cupertino montado em uma moto.

O material apreendido (lacres e tarjetas de placas e módulos de acionamento de partida de veículos) foi recolhido para análise. Na fachada da loja de Cupertino, pichadores escreveram “seu monstro” e “assassino, aparece”.

Cupertino já havia sido indiciado por furtos, roubos, associação criminosa e até um assalto a banco na década de 1990. De acordo com a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), gestão João Doria (PSDB), ele cumpriu pena por assalto a um carro forte na Penitenciária de São Vicente (a 93 km de SP) entre setembro de 1993 e dezembro de 1994.

O comerciante é acusado de matar o ator com sete tiros de pistola, o pai do jovem com quatro tiros e a mãe, com dois.

A motivação do crime é investigada pela polícia, mas a principal hipótese é a de que Cupertino não aceitava o namoro de Rafael Miguel com sua filha, Isabela Tibcherani. Eles foram mortos no bairro de Pedreira, na zona sul da capital, em frente à casa do comerciante.

Após balear as três vítimas, o acusado teria fugido em um Volkswagen Up! vermelho, que foi encontrado dois dias depois na rua Batista Maciel (zona sul da capital paulista), a cerca de 21 quilômetros de distância do local onde ocorreu o triplo assassinato. Segundo a polícia, o veículo foi clonado

Rafael Henrique Miguel fez o personagem Paçoca da novela infantil “Chiquititas”, do SBT. Também ficou famoso pelo comercial de TV em que aparecia brigando com a mãe para comer brócolis. Ele tinha outras duas irmãs: Isabelly Victoria Miguel, 13, e Camilla Miguel, 26.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.