Festival #Agora chega à 2ª edição com foco na inserção da mulher no poder

Evento, gratuito, será realizado neste fim de semana no CCSP (Centro Cultural São Paulo)

São Paulo

O Festival #Agora, organizado pelo coletivo feminista #AgoraÉQueSãoElas, chega à sua segunda edição em São Paulo com debates, oficinas, performances artísticas e mostra de cinema. Será realizado no sábado (21) e no domingo (22), no CCSP (Centro Cultural São Paulo). A entrada é gratuita. 

A inserção da mulher nas instâncias de poder é o mote do evento, que abordará questões como violência de gênero na política, feminismo negro, mulheres no esporte e diversidade. 

A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, a deputada federal Joenia Wapichana (Rede-RR), a ativista Monica Benicio (viúva de Marielle Franco) e a ex-deputada federal Manuela d’Ávila (PCdoB) são algumas das convidadas. 

Haverá mais de 25 debates e conversas com convidadas no fim de semana. Um dos destaques é a mesa com Marina Silva sobre mulheres no poder. Uma das idealizadoras e curadora do festival, Antonia Pellegrino vai conduzir a conversa. 

Primeira indígena eleita para a Câmara, Joenia Wapichana participará de uma conversa sobre violência na política, mediada pela editora de Diversidade da Folha, Paula Cesarino Costa.  

O legado da vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, será lembrado pela viúva em outra mesa de discussão. 

A ex-ginasta Daiane dos Santos e a ex-jogadora de basquete Janeth Arcain falarão sobre a representatividade de mulheres no esporte em debate mediado pela jornalista Carol Barcellos, da TV Globo. 

Um dos espaços do CCSP será dedicado ao compartilhamento de histórias de mulheres, como a escritora Heloísa Buarque de Holanda, a funkeira carioca MC Carol (de “100% Feminista”), a rapper Karol Conká (de “Tombei”) e a primeira diretora trans da rede pública de São Paulo, Paula Beatriz de Souza Cruz.

A parte cultural do evento inclui mostra de cinema dedicada à cineasta feminista americana Barbara Hammer, leitura de textos e poesia (com a participação da atriz Mariana Ximenes) e festas com temática feminista.

As participantes do festival poderão também realizar oficina de turbante, aula de krav magá e treinamento de liderança feminina, atividades inclusas no cardápio de dez oficinas e mentorias. 

Algumas atividades do festival, como debates e oficinas, exigem inscrição, que pode ser realizada no site oficial do evento

A programação paralela, que inclui exposição e performances, se estenderá até 19 de outubro no CCSP. As performances serão realizadas aos sábados.

O festival #Agora é produzido pela D+ Projetos e apoiado pela Folha, pela secretaria municipal de Cultura de São Paulo e Eletromidia. 

Serviço

Quando: sáb. (21) das 14h às 22h; dom. (22) das 14h às 21h30
Onde: CCSP (Centro Cultural São Paulo) - r. Vergueiro, 1.000, Paraíso
Quanto: gratuito; entradas para algumas atividades devem ser adquiridas no Sympla

Veja destaques da programação

Sábado (21)

Mesas de debates
Local: Espaço Adoniran Barbosa
 
“Relatos do front: ser mulher no poder”
14h30 às 15h45
Convidadas: Marina Silva conversa com Antonia Pellegrino. Haverá participação por vídeo de Flávia Biroli, professora de ciência política na UnB (Universidade de Brasília) 
 
“Interseccionalizando as violências na política”
16h às 17h
Convidadas: Joenia Wapichana, deputada federal (Rede-RR), e Helena Vieira, do Núcleo de Políticas de Gênero e Sexualidade da Unilab (Universidade Federal da Lusofonia Afro-Brasileira)
Mediação: Paula Cesarino Costa (editora de Diversidade)

“O sistema eleitoral que temos e as comparações internacionais”
17h30 às 18h45
Convidadas: Ligia Fabris, professora de direito da Fundação Getulio Vargas, e Teresa Sacchet, professora do programa de pós-graduação em Estudos Interdisciplinares em Mulheres, Gênero e Feminismos da UFBA (Universidade Federal da Bahia)
Mediação: Ana Carolina Evangelista
 
“O legado de Marielle Franco”
19h às 20h15
Convidadas: Monica Benicio, ativista LGBTI+ e viúva de Marielle Franco, e Éthel Oliveira, documentarista e diretora do filme “Sementes”
Mediação: Tainá de Paula (arquiteta)

Abrindo o verbo
Debates entre convidadas com perguntas da plateia
Local: Espaço Jardel Filho
 
“Vozes negras nas artes”
15h às 16h30
Convidadas: Cris Vianna (atriz), MC Soffia (rapper) e Izzy Gordon (cantora)
Mediação: Stephanie Ribeiro (escritora) 
 
“As mulheres como expressão da potência das periferias”
16h45 às 18h30
Convidadas: Selma Dealdina (CONAQ – Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas), Gilmara Cunha (Grupo Conexão G de Cidadania LGBT de Favelas) e Thais Scabio (cineasta, sócia da produtora Cavalo Marinho, e ativista do cinema na periferia)
Mediação: Érica Peçanha, autora de “Vozes marginais na literatura”
 
“Homens: o papo também é com vocês”
18h45 às 20h15 
Convidados: Caio Cesar (geógrafo e integrante do projeto Memoh, que difunde equidade de gênero entre homens), Adriano Beiras (professor de psicologia na UFSC e colaborador do Instituto Noos, especializado em grupos reflexivos de gênero) e Mario Cesar Lugarinho (professor de literatura da USP e especialista em estudos queer)
Mediação: Pedro Figueiredo (fundador do Projeto Memoh, que difunde a equidade de gênero entre homens)

Caminhada de mulheres
Mulheres compartilham suas trajetórias
Local: Espaço Missão

15h às 15h45: Heloísa Buarque de Holanda – teórica da cultura, professora da UFRJ e autora de livros como “Pensamento feminista: conceitos fundamentais” e “Explosão feminista: arte, cultura, política e universidade”

16h às 16h45: Adriana Barbosa, empreendedora e fundadora da Feira Preta

17h às 17h45: Paula Beatriz de Souza, primeira diretora trans de escola pública em São Paulo

18h às 18h45: MC Carol, funkeira carioca

19h às 19h45: Simony dos Anjos, cientista social

Domingo (22)

Mesas e debates
Local: Espaço Adoniran Barbosa
 
“Historicamente, como as mulheres fizeram política estando fora da política?”
14h30 às 15h45
Convidadas: JoLúzia Batista, do Centro Feminista de Estudos e Assessoria, e Jacqueline Pitanguy, socióloga e ex-presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher.
Mediação: Flavia Annenberg

“O viés inconsciente de eleitorada”
16h às 17h15
Convidadas: Hildete Pereira, economista e professora associada da UFF (Universidade Federal Fluminense), e Débora Thomé, cientista política
Mediação: Roberta Eugênio (advogada)

“Campanha de mulher”
17h30 às 18h45
Convidadas: Dríade Aguiar, fundadora do Mídia Ninja, Maíra Saruê, socióloga do Instituto Locomotiva, e a deputada federal Margarete Coelho (PP-PI)
Mediação: Patrícia Campos Mello (jornalista da Folha)

“2020: Desafios e soluções para elevar a representação de mulheres na política”
19h às 20h15
Convidadas: Roberta Eugênio, advogada e membra do Instituto Alziras, e Manuela D’Ávila, ex-candidata à vice-presidência da República. Participação por vídeo de Juliana Restrepo Sanin, que desenvolveu o trabalho “Violência Política de Gênero como Estratégia Antidemocrática”
Mediação: Carol Virgolino (jornalista e integrante do Juntas, mandato coletivo do PSOL na Assembleia Legislativa de Pernambuco)

“Encontro especial com Alyssa Battistoni”
20h30 às 21h30
Professora de teoria política em Yale, a americana defende a intersecção das agendas feminista e ambientalista. Suas pesquisas buscam lançar luz para o que pode ocorrer com as mulheres em um contexto de crise mundial, econômica e ambiental, e discutir propostas para enfrentá-la
Mediação: Manoela Miklos (doutora em relações internacionais e ativista feminista)

Abrindo o verbo
Debates entre convidadas com perguntas da plateia e teatro
Local: Espaço Jardel Filho

“Atletas e mulheres: a representatividade das mulheres nos esportes”
14h30 às 16h 
Convidadas: Daiane dos Santos, ex-ginasta, Janeth Arcain, ex-jogadora de basquete, e Neide Santos, criadora do Projeto Vida Corrida
Mediação: Carol Barcellos (jornalista)

“Cuidado e Sobrevivência na Periferia”
16h15 às 17h45 
Convidadas: Ingrid Farias, escritora e coordenadora da Rede Nacional de Feministas Antiproibicionistas, Michele Ramos, do Instituto Igarapé, e Debora Silva, fundadora do Grupo Mães de Maio
Mediação: Suzi Soares

“Ancestralidade e gênero”
18h às 19h30
Convidadas: Kenia Freitas, pós-doutoranda em comunicação na Unesp, a historiadora Angelica Ferrarez e a escritora Miriam Alves
Mediação: Karen Worcman
 
“Performance de ‘O Anjo do Lar’, de Virginia Woolf”
21h às 21h30
Convidada: Mariana Ximenes 

Veja a programação completa no site do Festival #Agora
 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.