Acidente com ônibus de turismo deixa dois mortos e 62 feridos no RJ

Motorista bateu contra paredão de terra; 24 pessoas continuam internadas, três delas em estado grave

Rio de Janeiro

Um acidente grave com um ônibus deixou ao menos dois mortos e 62 feridos na manhã deste domingo (27), na rodovia BR-040, na altura de Duque de Caxias, região metropolitana do Rio de Janeiro.

Por volta das 6h50, segundo a Polícia Rodoviária Federal, o veículo descia a Serra de Petrópolis quando saiu da pista em uma curva e bateu em um paredão de terra no quilômetro 96 da estrada, que liga o Rio a Brasília. A perícia trabalha para apontar as causas do incidente.

acidente ônibus
Acidente de ônibus deixou dois mortos e 57 feridos na rodovia BR-040, na altura de Duque de Caxias (RJ) na manhã deste domingo (27) - Divulgação/PRF
 

O motorista morreu no local, e uma mulher já chegou morta ao hospital estadual Adão Pereira Nunes, mais conhecido como Saracuruna. A identidade deles não foi informada.

Os bombeiros prestaram socorro usando dois helicópteros e ambulâncias. Um vídeo mostra  pessoas na beira da pista tentando ajudar os feridos e pedindo ajuda. 

Para a unidade estadual foram levadas as vítimas mais graves: 30 feridos, incluindo cinco crianças e dois adolescentes. Desse total, até a noite deste domingo, três apresentavam estado de saúde considerado grave, 21 estavam estáveis e seis já haviam recebido alta.

acidente ônibus RJ
Parte das vítimas foi socorrida de helicóptero do Corpo de Bombeiros; 19 pessoas continuavam internadas, três em estado grave - Divulgação/PRF

Outros 32 pacientes com ferimentos mais leves foram transferidos para o hospital municipal de Duque de Caxias, Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo. A maioria deles teve apenas escoriações, sem fraturas, e todos já foram liberados. 

O ônibus é da Cota Tur Turismo e fazia o trajeto entre cidades de Minas Gerais e o Rio. Segundo a Prefeitura de Duque de Caxias, os passageiros que já haviam recebido alta dos hospitais seriam levados pela empresa, ainda na tarde deste domingo, para o Rio e depois de volta para Minas.

O município informou ainda que prestou acolhimento aos familiares das vítimas e que o prefeito Washington Reis esteve no hospital municipal acompanhando o socorro.

Já a Secretaria de Saúde do RJ disse que outros hospitais estaduais ficaram de prontidão para receber vítimas ou outros pacientes internados para liberar leitos. O Hemorio (banco de sangue) também disponibilizou bolsas de sangue para as unidades que receberam feridos.

“Devido à gravidade do acidente, o Hemorio convoca a população para reforçar as doações hoje e ao longo da semana com objetivo de garantir o abastecimento das unidades e o atendimento adequado às vítimas”, afirmou a pasta em nota.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.