Homem é agredido e leva quatro tiros após beijar companheiro na Bahia

Caso está sendo investigado como suposto crime de homofobia

São Paulo

Um homem de 33 anos foi agredido e levou quatro tiros depois de beijar o namorado em um bar da cidade de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, na noite de domingo (20).

O suspeito fugiu. O caso está sendo investigado como suposto crime de homofobia.  O Supremo Tribunal Federal decidiu, em junho, que a homofobia e a transfobia equivalem ao crime de racismo. 

Segundo a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, Marcelo Macedo beijava o namorado quando um indivíduo não identificado se aproximou e fez comentários homofóbicos. 

Houve discussão e, em seguida, o homem sacou uma arma e disparou contra a vítima. 

Marcelo Macedo que foi agredido e baleado em um bar na Bahia está deitado em uma maca
Marcelo Macedo foi agredido e baleado em um bar na Bahia - Reprodução/Facebook/Vitor Daniel Oliveira

À Globo, a delegada que investiga o caso, Thais Siqueira, disse que conversou com Macedo e ele confirmou que o crime teve como motivação sua orientação sexual. 

A vítima teria afirmado que, no momento da discussão, ele foi agredido por várias pessoas e caiu. Ao se levantar levou quatro tiros. Os disparos atingiram um de seus braços e o abdômen, ferindo baço, fígado e rins.

Socorrido, Macedo está internado no Hospital Geral de Camaçari. De acordo com a delegada, ele passou por uma cirurgia e não corre risco de morte.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.