Descrição de chapéu Rio de Janeiro

Celebridade na internet, Bunitinho morre durante operação do Bope no Rio

Outros três homens também morreram e policial ficou ferido

Rio de Janeiro

Morreram na madrugada desta quinta (5) o comediante Bunitinho, celebridade na internet, e mais três homens baleados durante uma operação do Bope, Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro, no morro do Dendê, na Ilha do Governador.

As outras vítimas são Jocelino de Oliveira Ferreira Junior e Jorge Tadeu Sampaio de Oliveira,  empresários de Bunitinho, e Sidiney Antunes Figueiredo, informou a Polícia Civil.

Diego de Farias Pinto, conhecido como Bunitinho, fenômeno nas redes sociais , morreu durante operação policial nesta quinta (5) no Rio
Diego de Farias Pinto, conhecido como Bunitinho, fenômeno nas redes sociais , morreu durante operação policial nesta quinta (5) no Rio - Divulgação/Instagram

De acordo com a PM, o batalhão foi acionado no início da madrugada para verificar um alerta do setor de inteligência sobre uma reunião na comunidade de líderes do tráfico de diversos lugares. Quando chegaram, dizem, foram atacados por criminosos, o que gerou um intenso confronto.

Depois que os disparos cessaram, eles teriam encontrado um veículo batido em um poste, com três homens feridos, e mais um motociclista baleado. A equipe os levou para o Hospital Municipal Evandro Freire, na ilha, mas eles não resistiram. 

Um policial do Bope também ficou ferido e foi socorrido ao Hospital Central da Polícia Militar, no centro da cidade. A corporação, porém, não divulgou seu estado de saúde.

Segundo o jornal Extra, as mortes teriam ocorrido após um baile funk que comemorava o aniversário do chefe do tráfico local, Marco Vinícius dos Santos, o Chapola, mas essa informação não foi confirmada oficialmente.

O caso será apurado em um inquérito policial militar (IPM), aberto internamente pela corporação, e pela Polícia Civil, que afirmou já ter realizado perícias no local, na rua Catugi, e no veículo em que estavam os baleados. Também informou que está tentando localizar testemunhas e câmeras de segurança que possam ajudar nas investigações.

Diego de Farias Pinto, o Bunitinho, tinha uma deficiência mental e viralizou no ano passado com um vídeo em que gritava "sextou". Antes cobrador de van, ele atingiu, até a manhã desta quinta, mais de 418 mil seguidores no Instagram e quase 100 mil inscritos em seu canal no YouTube. 

Aos 36 anos, ele publicava vídeos de comédia e costumava se apresentar dançando ou cantando durante festas pelo Brasil, além de ser contratado para propagandas e clipes. Ele tinha um show marcado para esta sexta (6) em Cuiabá, batizado de Baile do Bunitinho.

Conhecido de famosos como os cantores Nego do Borel e Belo, ele também era chamado de Bunitinho "Buiu". Morava em Campo Grande, na zona oeste do Rio, e frequentava uma escola municipal, segundo suas publicações na internet.

Torcedores do Flamengo lamentaram nas redes sociais a morte do comediante, que era flamenguista e chegou a gravar vídeos ao lado de jogadores rubro-negros como o lateral-direito Rodinei. Alguns pedem que o time faça uma homenagem a ele no jogo desta noite contra o Avaí, no estádio do Maracanã.

Gravações que circulam na internet mostram Bunitinho chegando e cantando na festa do morro do Dendê nesta quarta. Outras fotos o mostram já aparentemente morto, numa maca de hospital e depois dentro de um saco preto, com ferimentos ao menos na boca e no braço esquerdo.

O governador Wilson Witzel (PSC) comentou o caso no Twitter: "Bandidos dispararam seus fuzis contra a polícia no Morro do Dendê, uma comunidade ainda tomada por narcoterroristas. Até agora não temos todos os detalhes da operação. Determinei apuração rigorosa pela Delegacia de Homicídios sobre as 4 mortes", escreveu.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.