Atropelamento coletivo mata duas pessoas e deixa 16 feridas no interior de SP

Testemunhas contam que motorista de caminhonete avançou sobre multidão em Nova Independência após ser expulso de festa

São Paulo

Duas pessoas morreram e 16 ficaram feridas em um atropelamento coletivo na noite de domingo (26) ocorrido em Nova Independência, cidade de quatro mil habitantes localizada a 657 km de São Paulo. 

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o motorista de uma caminhonete S10 avançou de forma proposital em uma multidão que participava de uma festa de aniversário em uma rua no Centro da cidade. Após o atropelamento, a caminhonete bateu em uma árvore. 

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram que ao menos duas vítimas ficaram retidas embaixo do veículo e precisaram ser retiradas pelos bombeiros. 

Testemunhas relatam que o motorista da caminhonete participava da festa e brigou com a mulher e duas amigas dela, chegando a agredi-las. Ele foi expulso do evento e, dez minutos depois, voltou e avançou com o veículo em direção aos participantes. Após o atropelamento, o homem sofreu uma tentativa de linchamento e também ficou ferido. Ele foi retirado do local por policiais militares. 

As vítimas do atropelamento foram levadas por ambulâncias municipais para a Santa Casa de Andradina.

Caminhonete destruída após atropelamento
A caminhonete ficou parcialmente destruída após o atropelamento e a tentativa de linchamento - Reprodução

Um caso semelhante aconteceu em São Paulo no dia 13 de janeiro. O menino Kayque Pietro Ferreira da Silva, 4 anos, morreu após ser atropelado por um carro que invadiu a borracharia onde ele participava de uma festa na região de Campo Grande (zona sul da capital paulista).

O homem acusado de atropelar e matar a criança foi preso por policiais do 80º DP (Vila Joaniza).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.