Descrição de chapéu Obituário Rose Marie Miziara de Lima (1946 - 2020)

Mortes: Dedicada, Rose foi referência para sertanejos de raiz

Pelo bar de Rose Marie Miziara de Lima passaram artistas como João Mineiro & Marciano

São Paulo

Desde criança, Rose Marie Miziara de Lima emprestava sua simplicidade a um bar fundado na década de 1940 pela sua mãe, Salma Miziara, em Água do Paiol, bairro rural de Piratininga (336 km de SP).

Satisfeita com o trabalho, Rose desistiu dos estudos. O negócio progrediu e se transformou numa mercearia. Com a morte de Salma, em 1994, Rose assumiu a liderança e deu seu nome ao local (Venda da Rose).

O seu esforço foi recompensado. A venda caiu na simpatia dos moradores da região, ficou famosa e tornou-se referência para artistas que passavam pela redondeza.

Rose Marie Miziara de Lima (1946-2020) e o marido Dirceu Alves de Lima (já falecido)
Rose Marie Miziara de Lima (1946-2020) e o marido Dirceu Alves de Lima (já falecido) - Arquivo pessoal

Nomes do sertanejo raiz, como João Mineiro & Marciano, Mato Grosso & Mathias, Pedro Bento & Zé da Estrada, Craveiro & Cravinho, Eli Silva & Zé Goiano e Cezar & Paulinho frequentaram o estabelecimento.

Para a filha, a auxiliar administrativa Rosana Miziara de Lima, 45, o sucesso do bar se deve à personalidade cativante de Rose.

“Ela era carismática, generosa, solidária e calma, além de ter sempre uma palavra de conforto para qualquer pessoa que chegasse. Minha mãe também era observadora. Pensava muito mais que falava”, afirma Rosana.

O trabalho servia também como distração. Rose adorava cantar e dançar, e aproveitava as boas energias do bar para se divertir. A Venda da Rose funcionava o ano inteiro, exceto na Sexta-feira Santa.

O radialista Tião Camargo, 68, a conheceu quando tinha 11 anos. Em sua memória, estão as lembranças das cantorias e dos bailinhos na porta da venda aos domingos. “A Rose sempre recebia a gente com alegria e simpatia”, conta Tião.

Rose Marie Miziara de Lima morreu dia 10 de julho, aos 73 anos, após sofrer um aneurisma na aorta. Viúva, deixa a filha Rosana, a neta Ana Carla e o bisneto Kauê.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.