Descrição de chapéu Obituário Jean-Noël Christian Paul Marie Saghaard (1944 - 2020)

Mortes: Apaixonado por flauta, transmitiu o amor à música

Jean-Noël Christian Paul Marie Saghaard foi o principal flautista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo por mais de 20 anos

São Paulo

De pequeno, já transparecia em Jean-Noël a paixão pela música. A mãe, Suzanne Joube, foi a primeira a perceber que ele ficava encantado ao ouvir o som da flauta e, ao longo do tempo, fez de tudo para incentivá-lo a seguir o caminho que a vida indicara logo cedo.

“Ela não era uma artista, mas gostava de artes e pintura e ia a concertos com os filhos. Um dia, ouvindo a flauta, Jean escolheu o instrumento que queria aprender”, conta a esposa, a musicista Terezinha Saghaard, 74.

Nascido em Paris, Jean-Noël formou-se na Escola Nacional de Música e Artes Dramáticas de Versalhes e integrou diferentes formações orquestrais. Lá, foi aluno de Christian Lardé e Roger Bourdin, grandes mestres da flauta francesa.

Jean-Noël Christian Paul Marie Saghaard (1944-2020) e o filho Jean-François Pinto Saghaard
Jean-Noël Christian Paul Marie Saghaard (1944-2020) e o filho Jean-François Pinto Saghaard - Arquivo pessoal

Aos 22 anos, a convite do maestro Eleazar de Carvalho, mudou-se para o Brasil e entrou para a Orquestra Sinfônica Brasileira, no Rio de Janeiro.

Assim que chegou ao país, começou a dar aulas em festivais de música como os de Curitiba, Ouro Preto, Campos do Jordão e Brasília.

Terezinha conheceu o marido em um desses eventos, em Curitiba, em 1968. Ela foi convidada, com o grupo que acompanhava, para fazer uma serenata na casa de uma família ligada ao festival. Jean-Noël apareceu, ficou ao seu lado, puxou conversa. Pouco tempo depois, iniciaram o namoro e casaram-se em dezembro de 1969.

Jean-Noël morou dois anos no Rio de Janeiro e dois em Salvador, onde ministrou aulas na Escola de Música da Universidade Federal da Bahia e tocou na orquestra sinfônica da universidade.

Quando chegou à capital paulista, deu aulas na Escola Municipal de Música de São Paulo e tocou na Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo.

Ele foi o principal flautista da Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo) por mais de 20 anos.

O filho, o administrador Jean-François Pinto Saghaard, 47, conta que ele transferiu a paixão pela música aos alunos.

“Ele foi muito dedicado e estendia a sua preocupação com a carreira dos alunos. Mesmo após deixar a Osesp, meu pai ajudou na formação de músicos brasileiros, abrindo portas para que pudessem estudar e se aprimorar no exterior’.

Jean-Noël ministrou aulas durante dez anos no departamento de Música da USP. Em 1987, prestou concurso e foi contratado como professor no Instituto de Artes da Unesp.

Ele morreu no dia 20 de setembro, aos 75 anos, após parada cardíaca. Deixa a esposa, três filhos, duas noras e quatro netos.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.