Descrição de chapéu Rio de Janeiro

Menina de quatro anos desaparece de dentro de casa no RJ

Principal hipótese da polícia é que a criança foi raptada, caso aconteceu em Nova Iguaçu, na baixada fluminense

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Rio de Janeiro

As polícias Civil e Militar do Rio de Janeiro realizam buscas para encontrar a menina Kemilly Hadassa Silva, 4, desaparecida desde a madrugada de sábado (9), na cidade de Nova Iguaçu, na baixada fluminense.

A mãe afirma que viu a filha pela última vez horas antes do desaparecimento, quando a colocou para dormir no quarto com os irmãos, também crianças.

A polícia trabalha com a hipótese de que a menina tenha sido raptada de dentro do quarto enquanto dormia. Na manhã deste domingo (10), um homem, que seria primo em segundo grau da criança, foi detido por moradores. Familiares disseram a policiais que ele confessou o rapto da menina, mas investigadores disseram que até o momento não há confirmação de que ele esteja envolvido.

cartaz com foto de criança com cabelos castanhos
Kemilly Hadassa Silva, 4, está desaparecida - Divulgação

Em nota, a Polícia Civil disse que "a investigação está em andamento no Setor de Descoberta de Paradeiros da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense. Um homem foi contido por populares e encaminhado por policiais militares à 56ª DP (Comendador Soares). Ele será ouvido, bem como testemunhas. Os agentes estão realizando diligências para localizar a criança".

A menina mora em uma casa que fica no mesmo terreno de outra residência da família. A mãe dela saiu enquanto os filhos dormiam e os deixou aos cuidados de outro familiar, que residia na casa ao lado. Ao retornar, por volta das 5h, não encontrou a filha.

"Eu dei jantar, coloquei eles pra dormir, dormiram. Aí meia-noite e meia eu saí porque a minha irmã que olha eles para mim, porque a gente mora na mesma casa praticamente. Aí ela vigia eles para mim. Quando eu cheguei, ela não estava mais. Só os dois irmãos", disse Suelen Silva a jornalistas, na porta da delegacia.

Em nota, a Polícia Militar afirma que realiza buscas na região para localizar a criança.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.