Descrição de chapéu Palavra Aberta

Jornalistas explicam seu dia a dia em websérie para escolas

Projeto do Palavra Aberta com apoio do Facebook tem cinco episódios

São Paulo

A descrença no trabalho da imprensa é um fenômeno observado em democracias do mundo inteiro há anos e que vem sendo endossado pelo discurso de líderes políticos, especialmente em períodos eleitorais.

Apesar da pandemia de Covid-19 ter ajudado a restaurar, pelo menos em parte, a confiança no jornalismo profissional –uma vez que vivemos uma avalanche de desinformação em torno da doença, seus sintomas e possíveis tratamentos – , o contexto de ataques à liberdade de imprensa e o discurso de deslegitimação persiste.

Com base nisso, o Instituto Palavra Aberta elaborou, com o apoio do Facebook, a websérie “Conhecer para Defender”, uma iniciativa para explicar e, com isso, fortalecer o papel do jornalismo perante à sociedade.

Entre os jornalistas participantes estão Valmir Salaro, repórter da TV Globo, e Thais Folego, editora da Revista AzMina. A produção é da Jabuticaba Conteúdo.

Em cinco episódios, a série explica de modo didático os procedimentos adotados por jornalistas profissionais, desde a elaboração da pauta até a publicação da reportagem, de modo a mostrar a importância de se reconhecer e defender o papel da imprensa profissional como antídoto à desinformação.

Os vídeos estão publicados nas redes sociais do Palavra Aberta e podem ser exibidos e assistidos por quem se interessar pelo tema, além de serem uma ótima ferramenta para abordar, em sala de aula, uma parte relevante do conteúdo de Língua Portuguesa previsto na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Um dos campos previstos no documento –batizado de "jornalístico-midiático– é quase todo dedicado ao entendimento da comunicação e do jornalismo, com seus procedimentos e responsabilidades.

Os cinco episódios da websérie são um ótimo ponto de partida para essas aulas, com os seguintes temas:

1. O que é jornalismo e por que importa?

2. O que é notícia?

3. O método jornalístico

4. Edição e ponto de vista

5. Jornalismo em tempos de smartphones

Mariana Mandelli

Coordenadora de comunicação do Instituto Palavra Aberta

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.