Movimento atualiza Declaração para Melhoria da Atenção Oncológica no Brasil

Documento revisado por grupos de trabalho reúne as principais dificuldades enfrentadas por pacientes e profissionais de saúde na oncologia nacional

São Paulo

Representantes do Movimento Todos Juntos Contra o Câncer, que reúne mais de 200 entidades de diferentes setores voltados ao cuidado do paciente com câncer, entregaram ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a versão atualizada da Declaração para Melhoria da Atenção Oncológica no Brasil.

O encontro ocorreu em 14 de agosto, no Ministério da Saúde, em Brasília. A versão será apresentada no 6º Congresso Todos Juntos Contra o Câncer, de terça-feira (3) a quinta-feira (5), em São Paulo.


O ministro destacou a importância do monitoramento do desfecho dos casos de câncer no Brasil. “Infelizmente não medimos nada sobre câncer no Brasil. Alguns hospitais já fazem esse monitoramento e essa realidade é possível para o SUS”, afirmou Luiz Henrique Mandetta.

Ele disse que já há conversas com alguns hospitais para que protocolos sejam implantados para o início deste acompanhamento.

Mandetta também falou sobre diagnóstico precoce. O ministro reconhece a importância de avaliar a qualidade dos exames. Um exemplo são as mamografias, que precisam ser boas o suficiente para que nenhuma mulher saia com o resultado errado.

Da mesma forma, é preciso que os médicos e demais profissionais de Saúde sejam plenamente formados para oferecer o melhor atendimento ao paciente e, assim, mudar os indicadores da área no Brasil.

 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.