Descrição de chapéu Coronavírus

Coca-Cola Brasil cria fundo para combater crise do coronavírus em comunidades de baixa renda

Iniciativa Estamos nessa Juntos também dará auxílio a catadores de material reciclável

São Paulo

A Coca-Cola Brasil e o Instituto Coca-Cola Brasil criaram o fundo “Estamos nessa juntos”, com o objetivo de combater os efeitos da crise do coronavírus na atividade de catadores de material reciclável e em comunidades de baixa renda.

Os recursos serão destinados a ONGs e instituições voltadas para a empregabilidade, acesso à água e reciclagem, que já trabalharam com a Coca-Cola Brasil em iniciativas anteriores.

Funcionária de máscara e luvas segura garrafa vazia de coca-cola dois litros
Catadora de material reciclável em cooperativa parceira da Coca-Cola Brasil - Inovafoto

A empresa consultou parceiros, organizações da sociedade civil e comunidades, segundo Daniela Redondo, diretora executiva do Instituto Coca-Cola Brasil, para avaliar de forma mais direta quais são as demandas imediatas dos setores diante dos danos provocados pela pandemia.

Após esse levantamento, explica Redondo, a Coca-Cola decidiu focar suas ações nas demandas emergenciais de setores profissionais e da população que estão mais vulneráveis às consequências econômicas da pandemia.

É o caso dos catadores de produtos recicláveis. Segundo o Movimento Nacional dos Catadores de Recicláveis, estima-se entre 800 mil e 1 milhão o total de trabalhadores nessa atividade, que teve toda sua cadeia afetada com a redução ou paralisação da coleta seletiva nas cidades.

Além disso, este segmento da população é particularmente vulnerável ao contágio por coronavírus, dado que a atividade exige manipulação de resíduos.

O fundo dará ajuda financeira para cerca de 11 mil profissionais, cooperados e autônomos, para garantir que possam respeitar as medidas de isolamento social propostas pela Organização Mundial da Saúde preservando a renda familiar.

Através da rede de instituições ligadas ao programa Coletivo Jovem, que promove capacitação profissional para jovens de baixa renda, a Coca-Cola Brasil pretende combater os efeitos da Covid-19 em 71 comunidades de 14 estados do país e Distrito Federal.

Priorizando regiões urbanas, em maior risco durante a pandemia devido à alta densidade populacional, a empresa vai destinar recursos a essas comunidades, que devem ser direcionados pelas entidades locais de acordo com as necessidades mais urgentes.

Ainda junto a sua rede de parcerias, a empresa doou 1 milhão de unidades de água mineral e 26 toneladas de alimentos em cestas básicas, entre outros auxílios, para organizações da área de saúde.

A Coca-Cola também forneceu aporte de R$ 2 milhões para compra de equipamentos hospitalares para as UTIs do Distrito Federal, que registrou, nesta sexta (10), 563 casos de coronavírus.

O presidente da Coca-Cola Brasil Henrique Braun afirma que a empresa manteve suas operações como forma de contribuir nesse momento, direcionando seus recursos para auxiliar setores vulneráveis da população com quem a Coca-Cola Brasil já tinha firmadas parcerias.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.