Banco de Alimentos faz entrega de doações em Embu das Artes

A doação faz parte das iniciativas da ONG para ajudar a população mais atingida pela crise da Covid-19

São Paulo

Como parte das ações desenvolvidas para ajudar a combater a crise provocada pela Covid-19, a ONG Banco de Alimentos irá entregar nesta sexta (5), às 9h, 3.000 cestas básicas à organização Reflexões da Liberdade, situada no município de Embu das Artes (SP).

Há 22 anos buscando alimentos onde sobra e levando aonde falta, a ONG Banco de Alimentos, integrante da Rede Folha de Empreendedores Socioambientais, ampliou a sua atuação em março deste ano para atender à demanda que surgiu com o avanço da pandemia da Covid-19.

Entre abril e maio a arrecadação alcançou 2.153 toneladas de alimentos, beneficiando mais de 500 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Oficina da ONG Banco de Alimentos no parque da Água Branca
Oficina da ONG Banco de Alimentos no parque da Água Branca - Divulgação

"As comunidades mais do que nunca precisam das doações. Por isso estamos ampliando as parcerias e o número de assistidos", afirma Luciana Quintão, fundadora e presidente do Banco de Alimentos.

Além de entregar alimentos com base na colheita urbana, a organização reformulou a sua estrutura e logística e passou a entregar cestas básicas e cartões de alimentação para instituições e comunidades mais atingidas pela crise provocada pela Covid-19.

Já a ONG Reflexões da Liberdade, coordenada pelo psicólogo Emerson Ferreira, promove a reflexão dos jovens para o engajamento e compartilhamento dos valores humanos, possibilitando uma visão mais positiva de futuro.

Ex-detento, Emerson Ferreira mudou o rumo de sua vida e criou a organização no início de 2017. Na prisão, ele leu o primeiro de muitos livros e se deu conta de que não havia outra saída para a desigualdade social que não fosse a educação.

Assim que foi libertado, em maio de 2012, passou a trabalhar como garçom das 12h até de madrugada, para cursar a Faculdade de Psicologia na parte da manhã. "Achei que as pessoas precisavam saber de tudo o que eu estava lendo. Se hoje tem muita gente na prisão, é porque as pessoas não têm a possibilidade de se desenvolver bem no contexto educacional, familiar e social", afirma. Após trabalhar na Associação Horizontes, Afro Reggae e Pano Social, ele decidiu criar a Reflexões da Liberdade.

Um dos pilares centrais do trabalho é o projeto Despertar para a Liberdade, que é levado a comunidades, prisões, escolas e empresas.

Palestras, dinâmicas, intervenções e vivências procuram mostrar aos jovens a importância do autoconhecimento, a influência do contexto na vida das pessoas e um repertório ampliado de valores humanos.

A entrega das cestas pela equipe do Banco de Alimentos, na sexta-feira (5), ocorre na sede da Reflexões da Liberdade, na rua Caim, 145, Santa Luzia, em Embu das Artes (SP).

Serão atendidas cerca de 200 pessoas cadastradas, respeitando todas as orientações de proteção e distanciamento relativas à Covid-19.

"Ações como esta de parceiros como a ONG Banco de Alimentos trazem força e ajudam a tornar ainda mais relevante o nosso trabalho", diz Emerson Ferreira.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.