Descrição de chapéu Saúde responde

A falta de luz solar pode causar depressão?

Transtorno é causado pela ausência de sol e mudanças de estação

São Paulo

A mudança da estação ou mesmo do clima pode, sim, causar alterações no humor. A ausência de luz solar altera a produção hormonal do organismo e pode, inclusive, levar a transtornos mentais mais brandos.

O transtorno afetivo sazonal (SAD, na sigla em inglês), também conhecido como depressão sazonal, é mais comum em países nórdicos, nos quais os dias são mais curtos e têm menos horas de luz durante o inverno, mas também pode ocorrer no Brasil tanto em dias nublados no verão como nas estações menos ensolaradas.

A depressão sazonal tem sintomas similares aos da depressão comum, como alteração de apetite e sono, fadiga e irritabilidade
A depressão sazonal tem sintomas similares aos da depressão comum, como alteração de apetite e sono, fadiga e irritabilidade - Nenad Stojkovic/Flickr

Tanto a depressão sazonal como a depressão comum podem causar melancolia, tristeza e baixa motivação. A diferença entre as duas é que a sazonal é menos intensa, afirma Fátima Vasconcelos, diretora da ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria).

Vasconcelos afirma que, atualmente, também são observados e levados em conta os sintomas incapacitantes tanto da da depressão comum como da sazonal. “Hoje em dia falamos muito sobre as alterações cognitivas. A depressão pode causar alteração na concentração e na capacidade de tomar decisões. Uma pessoa deprimida passa a ter dificuldade de fazer coisas que dominava e também fica mais insegura”, explica.

Também é possível que dores sem explicação passem a incomodar um paciente com quadro de depressão sazonal. Outros sintomas incluem alterações no apetite, como um desejo repentino por alimentos doces, ganho de peso, fadiga, irritabilidade e isolamento.

De acordo com a Academia Americana de Médicos da Família, entre 4% e 6% dos americanos podem ter depressão sazonal. O transtorno é quatro vezes mais comum em mulheres e costuma acontecer com maior frequência após os 20 anos de idade, embora crianças e adolescentes também possam apresentar o quadro.

A prevenção é simples: tomar sol. Alguns minutos por dia já ajudam muito. O tratamento, por sua vez, não difere muito do recomendado em casos de depressão.

Segundo Vasconcelos, também é indicado recorrer a atividades físicas.

De acordo com uma revisão de estudos de 2006, o uso de terapia de luz, conhecida também como fototerapia, foi capaz de reduzir sintomas de depressão sazonal e também da depressão comum. A diminuição dos sintomas em voluntários que participaram dos estudos analisados foi cerca de três vezes maior naqueles que receberam o tratamento de luz do que nos que receberam o placebo.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.