Descrição de chapéu Coronavírus

Folha teve capas especiais para marca de um morto por minuto; veja iniciativas

País atingiu marca na noite desta quinta (4)

São Paulo

A Folha preparou uma série de iniciativas para enfatizar a gravidade da marca de um morto por minuto por Covid-19 no Brasil.

Cem dias após o primeiro caso ser confirmado, o novo coronavírus matou 1.473 pessoas no país em 24 horas, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde na noite desta quinta (4).

O trabalho envolveu cinco editorias do jornal, além dos departamentos de Tecnologia e Comercial e da cartunista Laerte, ao longo de uma semana.

A primeira ideia foi a da charge, gestada na sexta-feira (29). Laerte foi convidada, e, para que a obra se sobrepusesse à homepage do jornal, foi necessária a participação do Núcleo de Imagem, da Tecnologia e do Comercial.

Ainda na sexta, a Tecnologia do jornal sugeriu o uso do modo escuro. Para isso, a Folha transformou em padrão para o usuário o chamado 'dark mode', um recurso de acessibilidade já disponível no site. O botão, que fica dentro do menu vertical de navegação, voltará a ser disponibilizado quando modo escuro for retirado.

Homepage da Folha em 4/6, dia em que Brasil bateu marca de um morto por minuto de Covid-19
Homepage da Folha em 4/6, dia em que Brasil bateu marca de um morto por minuto de Covid-19 - Reprodução

No início da semana, uma nova iniciativa: a capa do jornal e a Homepage teriam um texto sobre a marca cuja leitura durasse um minuto. Tal texto ficou a cargo da editora do Núcleo de Cidades, Luciana Coelho.

Fac-símile da capa da Folha de 5/6 - Reprodução

Tudo ficou pronto no fim da tarde de quinta, horas antes de a marca ser oficialmente atingida.​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.