Descrição de chapéu Leitor em Casa

Leitor recomenda leitura de 'Moby Dick' e da HQ 'Bone'

Folha convida leitores a enviar sugestões de atividade durante o isolamento

Ao longo de três meses, colunistas e blogueiros deram sugestões para o período de quarentena, como livros, filmes e séries.

Agora convidamos vocês, leitoras e leitores, a enviar suas recomendações para enviesuanoticia@grupofolha.com.br.

Informe nome, profissão e cidade onde mora. As melhores dicas serão selecionadas para publicação. Veja aqui as dicas já publicadas.

Tiago Salviatti consultor ambiental em Limeira (SP)

Para ler

Moby Dick
Ed. Landmark, 2012. R$ 47 (528 págs.)

Bone
Ed. Todavia, 2019. R$ 100 (1.376 págs.)

Um livro é o clássico espetacular de Herman Melville, e em segundo lugar a brilhante HQ Bone, de Jeff Smith --até por mencionar a obra de Melville em mais de uma ocasião.

Ilustração da HQ Bone, de Jeff Smith - Reprodução
Ambos são ótimos escapismos para nos distrair desse cenário tenso do dia a dia enquanto oferecem narrativas intrigantes que vão absorvendo o leitor a cada virar de página, ainda que com tons bem distantes e diferentes.

Enquanto "Moby Dick" segue mais lírico e lúdico, o quadrinho é mais humorístico e cômico. Mas ambos trazem complexas reflexões sobre a humanidade e nosso papel diante de cenários desafiadores.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.