Descrição de chapéu Copa do Mundo

Salvador da pátria, atleta de sangue latino pode de novo classificar a Suíça

Filho de mãe chilena e pai espanhol, Ricardo Rodríguez nasceu em Zurique

Ricardo Rodriguez no treinamento de reconhecimento da Suíça em Nijni Novogorod
Ricardo Rodriguez no treinamento de reconhecimento da Suíça em Nijni Novogorod - Johannes Eisele/AFP
Bruno Rodrigues
São Paulo

As atenções se voltaram nos últimos dias para Shaqiri e Xhaka, mas há outro suíço filho de imigrantes que merece atenção nesta quarta (27), contra a Costa Rica.

Filho de mãe chilena e pai espanhol, Ricardo Rodríguez nasceu em Zurique, onde começou a carreira. Já usou até bandeiras do Chile e da Espanha nas chuteiras em homenagem às suas origens.

Só não jogou pelo Chile porque, segundo o próprio jogador, "ninguém chamou".

Aliás, não fosse pelo lateral esquerdo, a Suíça poderia nem estar enfrentando os costa-riquenhos, com chances de se classificar às oitavas.

Na repescagem europeia contra a Irlanda do Norte, ele fez o gol do 1 a 0 na ida e, no jogo de volta, tirou uma bola em cima da linha aos 46 min do segundo tempo para garantir o 0 a 0 e a vaga.

De sangue latino, o camisa 13 é essencial na equipe que, assegura a classificação com um empate em Nijni Novgorod.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.