Marta marca seu primeiro gol com Pia e Brasil empata com o Canadá

Camisa 10 anotou no 2 a 2 na despedida do Torneio Internacional da França

São Paulo

A seleção brasileira feminina de futebol encerrou com um empate a sua participação no Torneio Internacional da França. Nesta terça-feira (10), o Brasil igualou em 2 a 2 com o Canadá, em Calais, depois de estar vencendo por 2 a 0.

Dessa forma, a equipe da técnica Pia Sundhage se despede da competição sem vitórias. Na estreia, ficou no 0 a 0 com a Holanda, e foi derrotada por 1 a 0 pela França, responsável pela eliminação da equipe nacional na Copa do Mundo de 2019.

Marta comemora seu gol diante do Canadá, seu 108º com a camisa da seleção
Marta comemora seu gol diante do Canadá, seu 108º com a camisa da seleção - Denis Charlet/AFP

Com apenas 16 minutos de jogo, a seleção brasileira já vencia por 2 a 0. Marta abriu o placar após passe de Bia Zaneratto para anotar o seu 108º gol com a camisa do Brasil.

Este foi o primeiro gol da camisa 10 nas sete partidas que disputou sob o comando de Pia. Marta não marcava desde o triunfo por 1 a 0 sobre a Itália, no Mundial do ano passado, gol que a tornou a maior artilheira da história das Copas entre homens e mulheres, com 17.

Atacante do Atlético Madrid, Ludmila ampliou a vantagem se aproveitando de falha da goleira Labbé, que não conseguiu segurar cruzamento de Bia Zaneratto, pela esquerda.

Na etapa final, as canadenses descontaram com Matheson, que aproveitou ótima jogada de Prince pela direita para diminuir. O empate chegou aos 40 minutos do segundo tempo, depois que o Brasil já jogava com uma a menos (Jucinara foi expulsa), com gol de Beckie.

"Acho que foi positivo [o torneio]. A gente encarrou três grandes seleções, e para a nossa preparação era de suma importância estar jogando esses jogos, ver várias atletas. Foi um período de testes muito importante para a gente saber lidar com situações como essa, saber cadenciar o jogo", disse Marta, após a partida.

Com o empate em Calais, Pia chegou a 11 partidas com a seleção brasileira e soma seis vitórias, quatro empates e uma derrota –considerando apenas o tempo normal das partidas. Contra Chile e China, em amistosos disputados no ano passado, a equipe empatou sem gols e foi derrotada nas penalidades.

Desde que a treinadora sueca assumiu, em julho de 2019, a seleção brasileira já enfrentou quatro adversárias entre as 10 melhores equipes do ranking da Fifa: em dois confrontos com o Canadá (8º do ranking), venceu um e empatou outro, superou também a Inglaterra (6º), empatou com a Holanda (3º) e perdeu para a França (4º).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.