São Paulo estreia no Brasileiro com vitória sobre o Fortaleza de Ceni

Santos faz partida apática em derrota para o Internacional fora de casa

São Paulo

Pela primeira vez em sua carreira de técnico, Rogério Ceni pisou no gramado do Morumbi como adversário do São Paulo, clube do qual é ídolo. Apesar das boas lembranças no campo tricolor, nesta quinta-feira (13) ele e o Fortaleza saíram derrotados após Daniel Alves marcar o único gol do confronto.

Foi a terceira vez que o treinador encarou sua ex-equipe, mas a primeira no palco onde se acostumou a ter seu nome gritado. Nas duas primeiras, a equipe cearense também saiu derrotada, uma vez no Pacaembu e outra em Fortaleza.

Daniel Alves (à esq.) comemora junto com os companheiros de São Paulo gol marcado contra o Fortaleza
Daniel Alves (à esq.) comemora junto com os companheiros de São Paulo gol marcado contra o Fortaleza - Mathilde Missioneiro/Folhapress

Em todas as partidas, os são-paulinos homenagearam o ídolo. Dessa vez, sem a presença de torcedores no estádio devido à pandemia do novo coronavírus, Ceni encontrou um cenário com arquibancadas vazias, mas com um bandeirão colocado pela torcida para celebrá-lo.

O duelo desta quinta também marcou a estreia do São Paulo no Nacional, já que o jogo com o Goiás, no último domingo (9), em Goiânia, precisou ser adiado devido a dez casos de coronavírus na equipe esmeraldina, que conseguiu a suspensão da partida no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

O fato aconteceu justamente no momento em que o Brasil chegava à marca de mais de 100 mil pessoas mortas por causa da Covid-19. Nesta quinta, o país chegou aos 105.564 óbitos pelo novo coronavírus —são 3.229.621 infectados.

O São Paulo não utilizou alto-falantes para reproduzir o som de sua torcida e minimizar o impacto do estádio vazio. O que ecoava eram os gritos dos jogadores e de Ceni, à beira do gramado.

O treinador demonstrava bastante irritação com os espaços que os donos da casa encontravam para atacar. No principal lance do primeiro tempo, Daniel Alves apareceu na área como atacante para mandar a bola para o fundo da rede após cruzamento de Reinaldo, aos 42 minutos.

Foi o sexto gol de Daniel Alves em 14 jogos disputados por ele na temporada. Ao todo, ele soma oito gols com a camisa tricolor em 34 jogos desde que foi contratado, em 2019.

Depois do intervalo, os visitantes até passaram mais tempo com a bola e esboçaram uma pressão, mas a equipe da casa conseguiu segurar a vitória, a primeira dos times paulistas nesta edição do Brasileiro.

Na próxima rodada, a equipe comandada por Fernando Diniz encara o Vasco, no domingo (16), enquanto o Fortaleza vai duelar com Botafogo, no mesmo dia.

Santos mostra apatia em derrota para o Internacional fora de casa

O Santos ainda não sabe o que é vencer no Campeonato Brasileiro. Em seu segundo jogo na competição, o atual vice-campeão foi derrotado nesta quinta pelo Internacional, por 2 a 0, no Beira-Rio.

Os ex-corintianos Paolo Guerrero e Edenílson marcaram os gols que definiram o placar em Porto Alegre.

Este foi o sexto jogo seguido sem vitória do time da Vila Belmiro, contando também partidas disputadas pelo Campeonato Paulista. O último triunfo santista ocorreu no dia 10 de março, contra o Delfín, time do Equador, em duelo pela Libertadores.

Ao final de sua participação no Estadual, quando foi eliminado nas quartas de final, o Santos acabou trocando de treinador. Saiu o português Jesualdo Ferreira para a entrada de Cuca. O novo técnico, no entanto, ainda não conseguiu colocar o clube de volta ao caminho das vitórias.

Diante do Inter, os santistas foram praticamente anulados no primeiro tempo, apesar de terem segurado um empate sem gols. Depois do intervalo, Guerrero marcou aos 11 minutos e Edenílson fez aos 42 para dar a vitória ao time do técnico argentino Eduardo Coudet.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.