Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Corinthians leva 3 gols do Atlético-MG no 2º tempo e estreia com derrota

Flamengo perde 2º jogo seguido e está na lanterna; Palmeiras empata no Maracanã

São Paulo

Em apenas 16 minutos, o Corinthians deixou escapar aquela que seria uma vitória expressiva do time em sua estreia no Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira (12), depois de abrir dois gols de vantagem no primeiro tempo, a equipe paulista perdeu de virada para o Atlético-MG, por 3 a 2.

Com atuações distintas em cada tempo, a equipe comandada por Tiago Nunes sofreu três gols logo após a volta do intervalo, em seguidas falhas de seu sistema defensivo.

Na etapa inicial, o time paulista havia aberto vantagem com e Araos, mas, logo depois do intervalo, viu o ex-palmeirense Hyoran marcar duas vezes e Nathan virar a partida.

O jogo com o time mineiro foi o primeiro compromisso dos corintianos no Nacional porque a equipe não atuou na abertura do torneio, já que disputou a final do Paulista no último final de semana com o Palmeiras, quando foi derrotado nos pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo normal.

Nesta quarta, o Corinthians, inicialmente, apresentou uma postura diferente daquela que o time teve no dérbi. A equipe apostou nos contra-ataques e construiu sua vantagem ao ser preciso nas duas chances que teve para marcar.

Mesmo com os desfalques dos defensores Gil —cortado do duelo após teste positivo para coronavírus—, Fagner e Carlos Augusto —machucados—, os corintianos controlavam bem as chegadas do adversário. No gol, Cássio dava a segurança de sempre.

Por ironia, foram justamente erros do goleiro corintiano, juntamente com o posicionamento dos defensores, que permitiram a virada do clube mineiro. Dos três gols da equipe do técnico argentino Jorge Sampaoli, dois saíram em bolas que normalmente Cássio conseguiria defender.

Enquanto Cássio, caído lamenta, Nathan festeja gol do Atlético-MG sobre o Corinthians
Enquanto Cássio, caído lamenta, Nathan festeja gol do Atlético-MG sobre o Corinthians - Washington Alves/Reuters

As falhas da defesa ofuscaram o que poderia ter sido a grande noite do atacante Jô. Com o gol que ele fez, o jogador aumentou sua marca como maior artilheiro da equipe na era do Brasileiro de pontos corridos –a partir de 2003. Agora, são 32 gols marcados. O meia Jadson, o segundo nessa lista, balançou as redes 27 vezes.

Saiu dos pés dele, ainda, a assistência de letra para Araos, no lance em que o chileno fez o seu primeiro gol com a camisa corintiana.

Além dos desfalques na zaga, o Corinthians também não contou com Luan, que fez falta sobretudo no segundo tempo, quando o time apresentava dificuldades para construir suas jogadas na busca pelo empate.

Na próxima rodada, o time de Tiago Nunes vai enfrentar o Grêmio, sábado (15), em Porto Alegre. Já o Atlético-MG joga contra o Ceará, no domingo (16), novamente no Mineirão.

Palmeiras sai na frente, mas cede empate ao Fluminense

Em um Maracanã com gramado ruim, o Palmeiras empatou em 1 a 1 com o Fluminense em sua estreia no Campeonato Brasileiro.

Luiz Adriano abriu o placar, mas Evanilson deixou tudo igual ainda no primeiro tempo.

A etapa final foi truncada, com poucas chances para ambos os lados. A principal oportunidade palmeirense de vencer também saiu dos pés de Luiz Adriano, que recebeu belo passe de Lucas Lima e, frente a frente com o goleiro Muriel, chutou para fora.

Nem mesmo as oito mudanças promovidas pelos dois treinadores ao longo do confronto foram capazes de tirar o empate do placar.

Na próxima rodada, o Palmeiras encara o Goiás, sábado, no Allianz Parque, enquanto o Fluminense pega o Internacional, novamente no Maracanã, no domingo.​

Fla perde do Atlético-GO e segue sem vencer sob o comando de Torrent

Também nesta quarta, em Goiânia, o Flamengo, atual campeão brasileiro, sofreu sua segunda derrota em dois jogos no Nacional. Dessa vez, foi superado pelo Atlético-GO, por 3 a 0, e ocupa a lanterna da competição.

Por enquanto, a equipe carioca não sabe o que é vencer sob o comando do técnico Domènec Torrent, 58, espanhol contratado para substituir o português Jorge Jesus, 66, que se transferiu para o Benfica no mês passado.

Na abertura do Brasileiro, o Flamengo já havia sido derrotado pelo Atlético-MG, 1 a 0, num jogo equilibrado. Já o revés diante do time goiano teve uma atuação apática e nervosa do time do Rio de Janeiro.

Jorginho e Hyuri balançaram as redes no primeiro tempo do confronto. Gustavo Ferrareis fechou a conta na etapa final. O Atlético ainda teve um gol anulado com auxílio do VAR (árbitro de vídeo) por impedimento.

O Flamengo ainda ficou com um atleta a menos, a partir dos 37 minutos do segundo tempo, quando o goleiro Diego Alves recebeu cartão vermelho após agredir o meia Matheus Vargas.

Para o jogo com os flamenguistas, a equipe de Goiás contou com quatro jogadores diagnosticados com o novo coronavírus, mas que foram liberados para atuar por, segundo o clube e a CBF, terem cumprido isolamento de ao menos 10 dias e já estarem sem potencial transmissível da infecção.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.