Ver futebol fica mais caro com mudanças na Libertadores e nas Eliminatórias

Torneios ganham novas opções pagas no streaming, que aumentam fragmentação dos direitos

São Paulo

A criação de novos canais e serviços de streaming, somada à fragmentação dos direitos de TV dos principais campeonatos, tornou mais caro para o espectador acompanhar futebol brasileiro e internacional, pela televisão ou pela internet. Isso no período em que a pandemia de coronavírus afastou a torcida dos estádios.

O aumento mais recente nos valores foi puxado pelas criações do pay-per-view da Libertadores, com o canal Conmebol TV disponível para compra nas operadoras de TV Net Claro e Sky, e da oferta de jogos da seleção brasileira como visitante nas Eliminatórias da Copa do Mundo, por meio do EI Plus, plataforma da Turner.

A empresa americana também tem os direitos exclusivos da Champions League (que distribui em suas plataformas) e de alguns jogos do Campeonato Brasileiro.

Nesta terça-feira (13), por exemplo, para assistir ao jogo entre Brasil e Peru, às 21h, pela segunda rodada das Eliminatórias, será necessário fazer a assinatura do EI Plus, que custa R$ 19,90 por mês ou R$ 13,90 no plano anual.

O serviço está disponível, ainda, no UOL Esporte Clube e na Guigo TV, plataformas que oferecem diversos canais, com preços variando de acordo com os pacotes.

Já o pay-per-view da Conmebol, com duelos da Libertadores e da Copa Sul-Americana, custa R$ 39,90 por mês, além da necessidade de ser assinante de umas das operadoras que oferecem o canal.

A nova opção para acompanhar jogos da Libertadores nasceu como resultado da decisão da Globo de rescindir o contrato para as transmissões da competição em TV aberta e fechada.

A emissora queria renegociar o acordo de cerca de US$ 65 milhões neste ano (R$ 344 milhões em valores atuais), mas não houve acerto com a Conmebol.

Para o pacote de jogos em TV aberta, a confederação fechou com o SBT. Facebook e Fox Sports já transmitiam e continuam exibindo as partidas da competição.

No caso das Eliminatórias, a Conmebol mudou o formato de negociação dos direitos de TV e determinou que cada associação nacional tem direito de vender as exibições em que a sua seleção é mandante.

Não há relação direta com a MP do Mandante, medida provisória editada por Jair Bolsonaro que afetou o futebol brasileiro nos últimos meses e deve caducar nesta semana, mas o princípio é o mesmo.

No Brasil, a Globo acertou com a CBF a aquisição dos jogos da seleção brasileira no país e fechou contrato com a AFA (Associação Argentina de Futebol) para transmitir os jogos da seleção de Lionel Messi, incluindo Argentina x Brasil, em solo argentino.

Desde o ano passado, o Campeonato Brasileiro também tem seus direitos fragmentados. É exibido pela Globo em TV aberta e dividido por SporTV e Turner nas TVs por assinatura.

Há, ainda, o Premiere, que tem a maioria dos jogos exclusivos. O pay-per-view do Nacional está disponível por R$ 59,90 via streaming ou por R$ 79,90 para assinatura por meio das operadoras de TV a cabo. O serviço, porém, não conta com as partidas envolvendo o Athletico, pois o time paranaense não entrou em acordo com a Globo para negociar os seus direitos de PPV.

Alguns campeonatos europeus também têm seus direitos divididos. A Premiere League é exibida no Brasil pelos canais da Disney (ESPN e Fox Sports, disponíveis em diversos pacotes de TVs por assinatura e no UOL Esporte Clube) e pela DAZN, plataforma de streaming, que custa R$ 19,90 por mês.

ESPN e Fox Sports são os responsáveis também pelas transmissões do Campeonato Espanhol e da Liga Europa.

O Italiano é exibido pela Band, na TV aberta, e por BandSports e SporTV, na TV fechada. O Alemão está na Band e na plataforma de streaming gratuita OneFootball.

O Campeonato Francês, pelo qual atua Neymar com a camisa do PSG, está disponível no Brasil somente pelo canal TV5 Monde, oferecido à la carte na Net Claro por R$ 10,90 e na Sky por R$ 11,90. As partidas contam com narrações apenas em francês.

Direitos de transmissão dos principais campeonatos de futebol

Campeonato Brasileiro (Globo, TNT, EI Plus e Premiere)

Copa do Brasil (Globo e SporTV)

Libertadores (SBT, Fox Sports, Facebook e Conmebol TV)

Sul-Americana (Conmebol TV)

Campeonato Brasileiro Feminino (Band e CBF TV)

Eliminatórias Sul-Americanas (Globo, SporTV e EI Plus)

Liga das Nações da Europa (EI Plus, TNT)

Champions League (TNT, Space, EI Plus e Facebook)

Europa League (ESPN e Fox Sports)

Women's Champions League (Fox Sports e ESPN)

Inglês (ESPN, Fox Sports e DAZN)

Espanhol (ESPN e Fox Sports)

Italiano (Band, BandSports e SporTV)

Francês (TV5 Monde)

Alemão (Band e OneFootball)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.