Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Corinthians e Santos jogam com objetivo em comum no Brasileiro

Equipe da capital recebe Sport, e time da Vila Belmiro pega Fortaleza nesta quinta

São Paulo

Goleado pelo Palmeiras por 4 a 0 na segunda-feira (18), pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians derrapou em sua escalada rumo à zona de classificação à Copa Libertadores. Ainda viu rivais diretos, como o Santos, vencerem no último fim de semana e abrirem vantagem.

Nesta quinta-feira (21), corintianos e santistas voltam a campo pelo Nacional. O time da capital enfrentará o Sport, às 21h, na Neo Química Arena (com transmissão do SporTV e do Premiere), enquanto a equipe da Baixada vai encarar o Fortaleza, no Castelão, às 19h (exibição na TNT e no Premiere).

À frente do Corinthians na tabela, em oitavo, com três pontos de vantagem (45 a 42) para o rival, o Santos vislumbra uma das vagas na fase preliminar da Libertadores de 2021.

Técnico Vagner Mancini comanda treino do Corinthians no CT do Parque Ecológico
Técnico Vagner Mancini comanda treino do Corinthians no CT do Parque Ecológico - Rodrigo Coca - 27.out.10/Ag. Corinthians

Ao mesmo tempo, o time de Cuca está na final da edição de 2020 e, caso supere o Palmeiras no dia 30 de janeiro, ganhará uma vaga direta nos grupos do próximo torneio continental.

Para os corintianos, o Nacional é o único caminho para voltar à Libertadores. Essa possibilidade reflete o bom momento que o time do Parque São Jorge vivia na competição até a péssima atuação contra o Palmeiras.

Sob o comando de Vagner Mancini, o Corinthians chegou a ficar sete partidas sem perder no Brasileiro antes do Dérbi, com cinco vitórias e dois empates, que afastaram a equipe da luta contra o rebaixamento e deram novas ambições.

O Santos esteve apenas uma vez na segunda metade da tabela do torneio, na segunda rodada. Desde então, manteve-se no pelotão da frente. Agora quer se aproximar das primeiras colocações novamente para ficar em uma posição confortável em caso de derrota na final continental.

Invicto há três partidas no Brasileiro, o time santista vem de duas vitórias e um empate. Enfrentará nesta quinta um adversário contra o qual tem ótimo retrospecto em jogos pelo Nacional. Em 15 confrontos, venceu seis, empatou oito e perdeu somente um.

Cuca deverá mandar a campo um time formado praticamente por reservas. Alison, com Covid-19, Luan Peres e Jobson, em recuperação de lesões, são desfalques certos.

Mancini também não poderá repetir a última formação que mandou a campo. O volante Gabriel, expulso no clássico, e o zagueiro Gil, que recebeu o terceiro amarelo, desfalcam a equipe. Xavier e Bruno Méndez devem entrar.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.