Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Palmeiras goleia Corinthians e acaba com série invicta do rival

Com Veiga inspirado, equipe domina adversário em casa pelo Campeonato Brasileiro

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Completar seu centésimo jogo pelo Palmeiras, diante do Corinthians, já seria especial para Raphael Veiga, mas a marca se tornou ainda mais importante pela atuação de gala que ele teve nesta segunda-feira (18), ao marcar 2 dos 4 gols da equipe alviverde na goleada por 4 a 0 sobre o rival.

Torcedor palestrino desde a infância, incentivado pelo avô, o camisa 23 mostra que a equipe de Abel Ferreira segue como uma das candidatas ao título do Campeonato Brasileiro —Luiz Adriano, também com dois gols, completou o placar no Allianz Parque.

Raphael Veiga comemora junto com Luiz Adriano um dos gols que ele marcou contra o Corinthians
Raphael Veiga comemora junto com Luiz Adriano um dos gols que ele marcou contra o Corinthians - Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Ainda que a distância para o líder São Paulo seja de seis pontos (57 a 51), o time alviverde, em quinto, tem uma partida a menos em relação ao tricolor, além de um confronto direto previsto para o dia 5 de fevereiro, pela 34ª rodada.

No quinto dérbi da temporada, o Corinthians viu cair sua invencibilidade de sete jogos na competição. Um freio na ascensão da equipe que almeja brigar por vaga na Libertadores. Em nono lugar, permanece com 42 pontos.

Finalista do torneio continental e da Copa do Brasil, o Palmeiras conseguiu ser amplamente superior ao rival mesmo disputando três competições simultaneamente.

Enquanto a equipe alvinegra praticamente pulava o meio de campo e apostava em ligações diretas com o ataque, os donos da casa dominavam o setor central do campo.

O primeiro gol foi prova disso, quando Willian recebeu próximo à grande área e serviu Raphael Veiga. O meia girou sob a marcação e finalizou rasteiro, sem chance para Cássio, aos 33 minutos.

Com erros de passes desde as reposições com o goleiro, o Corinthians só levava perigo com bolas aéreas, com exceção a uma finalização de fora da área de Cazares. Pelo alto, Gil teve a melhor chance, ao acertar uma bola na trave após escanteio.

Antes do intervalo, Luiz Adriano ainda ampliou a vantagem palmeirense, aos 44 minutos, ao receber a bola livre na área. O lance precisou ser confirmado pelo árbitro de vídeo, que checou um possível impedimento.

Na etapa final, a desorganização tática do Corinthians, principalmente as atuações bem abaixo da média dos homens de meio de campo, sobretudo de Gabriel, permitiram ao Palmeiras ampliar com certa facilidade a vantagem no placar, novamente com a dupla Raphael Veiga e Luiz Adriano.

Veiga fez o terceiro gol logo aos dois minutos, com uma finalização de fora da área —foi o seu 18º gol na temporada. Ele é vice-artilheiro do Palmeiras, ao lado de Willian. Já o camisa 10, maior goleador do time, com 20 gols, ampliou aos 20 minutos, recebendo a bola nas costas da defesa após erro de passe de Gabriel.

Em uma noite para ser esquecida, o volante corintiano ainda foi expulso minutos depois, aos 31, por dar um tapa no rosto de Danilo.

Com um a menos e um placar amplamente desfavorável, coube ao Corinthians apenas tentar evitar uma derrota ainda mais elástica no jogo atrasado da 28ª rodada do Nacional.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.