Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/08/2006 - 20h35

Lula lançou "cartilhinha para esconder jogo sujo", diz Heloísa Helena

Publicidade

HUDSON CORRÊA
da Agência Folha, em Campo Grande

A senadora Heloísa Helena (PSOL) --candidata ao Palácio do Planalto-- disse hoje em Campo Grande (MS) que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não lançou um programa de governo, mas sim uma "cartilhinha" para "esconder o jogo sujo" dos quatros anos de administração petista.

A candidata afirmou ainda achar "estranhas" as pesquisas que apontam sua queda na intenção de voto, mostrando a subida e vitória de Lula no primeiro turno, e disse preferir não acreditar nos dados.

"Seria a demonstração de que o povo brasileiro estaria sendo cúmplice do banditismo político, garantindo o triunfo no primeiro turno de toda a corrupção, de sanguessugas, de mensaleiros e outras coisas mais", afirmou.

Apesar de declarar não acreditar nas pesquisas, a candidata disse estar preparada também para voltar a ser professora da Universidade Federal de Alagoas. A senadora concentrou ontem suas críticas em Lula, a quem chamou de "majestade barbuda".

Ao ser indagada sobre o plano de governo do candidato Lula lançado ontem, a senadora ironizou: "Não tem programa. Ali é uma cartilhinha de intenções para esconder o jogo sórdido e sujo que fizeram durante estes quatro anos."

"É muito cômodo para ele [Lula] apresentar um país das maravilhas no horário eleitoral, constituindo um verdadeiro abismo entre a realidade de roubalheira do governo."

Em Campo Grande, a senadora participou de uma carreata, do aeroporto ao centro da cidade. Em seguida, por volta de 13h30, caminhou pelas ruas centrais da cidade com um grupo de 50 militantes do PSOL e PSTU.

Além das declarações duras, a candidata procurou demonstrar simpatia. "Olha, a abelhinha está pensando que eu sou mel", afirmou durante entrevista à imprensa quando uma abelha pousou em seus óculos.

Após a campanha no centro da cidade, a candidata fez uma vista ao senador Ramez Tebet (PMDB-MS), que passa por tratamento de saúde. Na casa de Tebet, tomou suco e comeu salgados. "Eu acho que estou com cara de desnutrida. Onde eu passo, o povo me dá comida."

No fim da tarde, ela embarcou de volta a Brasília.

Leia mais
  • Heloísa afirma que é "fofinha, limpinha", terna e furiosa
  • Cai aprovação ao programa de Heloísa na TV
  • Lula atinge 50% e vence no 1º turno após 12 dias de TV

    Especial
  • Leia cobertura completa das eleições 2006
  • Enquete: o horário eleitoral muda ou não o seu voto?
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página