Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/12/2006 - 19h46

Ex-governadores de MS vão receber pensão vitalícia de R$ 22 mil

Publicidade

da Folha Online

A Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul aprovou nesta quarta-feira, na última sessão do ano, o projeto de lei que dá aos ex-governadores do Estado direito a receber uma pensão vitalícia no valor de R$ 22,1 mil.

A medida já deve beneficiar o atual governador do Estado, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, que vai deixar o cargo no fim do ano. Em seu lugar, assumirá Andé Puccinelli (PMDB).

Em votação secreta, a proposta, de autoria do deputado Ary Rigo (PDT), foi aprovada por 18 votos a seis. A nova lei teve uma emenda, do deputado Semy Ferraz (PT), que prevê a pensão não cumulativa e o repasse de 50% do valor para a viúva.

O deputado Waldir Neves (PSDB), por sua vez, criticou a votação secreta. Segundo ele, isso alterou o resultado. "A OAB [Ordem dos Advogados do Brasil] entrará com uma ação no TJ [Tribunal de Justiça] com essa alegação para derrubar a lei", afirmou.

Leia mais
  • Livro de Leôncio Martins Rodrigues analisa perfil da Câmara dos Deputados
  • Livro "Políticos do Brasil" mostra evolução do patrimônio dos deputados
  • Cinco partidos querem deixar discussão sobre reajuste salarial para 2007
  • Líder petista diz que deputados desistiram de salários de R$ 24.500
  • Mantega rejeita salário mínimo de R$ 380 e defende R$ 367

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Zeca do PT
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página