Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
03/03/2006 - 08h59

Prefeitura fecha área de prostituição no Ibirapuera durante a madrugada

Publicidade

da Folha Online

O acesso à área do parque do Ibirapuera (zona sul de São Paulo) conhecida como "autorama" ficará fechado durante a madrugada, a partir desta sexta-feira. O local --um estacionamento com 14 trailers de venda de comida-- é um tradicional ponto de paquera de homossexuais e de prostituição.

A decisão de limitar o horário foi tomada em conjunto com a polícia e o Ministério Público, após reuniões que discutiram medidas para conter a criminalidade na região.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, o estacionamento ficará fechado da 0h às 5h, mesmo horário de funcionamento do parque. O local, de 6.000 m², fica em frente ao Detran.

"É um local onde ocorriam muitos crimes e agora a incidência deles vai diminuir", disse o delegado Naief Saad Neto.

No dia 24 de fevereiro, um homem foi baleado na região do "autorama". Testemunhas disseram à polícia que viram quatro supostos garotos de programa em volta do carro, e que um deles estava armado. Pouco antes do crime, um dos homens foi visto entrando no Corsa da vítima.

Polêmica

Entidades ligadas à questão gay desaprovaram o fechamento do espaço durante a madrugada. "É tapar o sol com a peneira. Tem que colocar mais policiais lá e fazer um trabalho de recuperação do local", afirmou Nelson Pereira, presidente da Associação do Orgulho GLBT de São Paulo. "Duvido que eles fechariam se fosse local de heterossexuais", disse.

Segundo as entidades, a área é reduto gay há cerca de 30 anos. Para Tommaso Besozzi, da ONG Corsa, o fechamento é uma medida drástica. "É um dos únicos pontos de encontro gratuitos para a comunidade [gay]", disse.

Pedofilia

A polícia investigava uma suposta rede de pedofilia que atuava no local. De acordo com a secretaria, o trabalho era dificultado porque as mães dos garotos se recusavam a dar queixa contra os freqüentadores, ou mais informações sobre a prostituição infantil na área.

As investigações apontam que crianças de até 11 anos chegavam a receber R$ 70 por um "passeio".

Uma operação realizada no mês passado pela 2ª Delegacia Seccional resultou na autuação de três pessoas por ato obsceno e na localização de um procurado pela Justiça por estelionato.

A polícia afirma que, durante a blitz, também foram encontrados seis invólucros de haxixe, 23 papelotes de cocaína e nove "trouxinhas" de maconha.

Cisnes

A Secretaria do Verde decidiu fechar também o portão 10 do parque, acesso ao antigo prédio da Prodam (Companhia de Processamento de Dados do Município de São Paulo). A entrada ficava aberta 24 horas por dia por causa da companhia.

Na semana passada, nove cisnes e 20 ovos sumiram do lago 2 do parque, e a secretaria acredita que os animais foram retirados do local dentro de um carro que passou pelo portão 10 durante a madrugada.

Com Folha de S.Paulo

Leia mais
  • Presos rendem funcionários e promovem rebelião no interior de SP
  • PM afasta 13 suspeitos de torturar e matar jovens em Recife
  • Polícia oferece US$ 2 mil por dados sobre brasileira desaparecida

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o "autorama"
  • Leia o que já foi publicado sobre o parque do Ibirapuera
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página