Grupo reúne performances, música e leituras em quatro noites dedicadas à França

Programação terá dramaturgos, músicos, atores e escritores conhecidos na cena alternativa

Thales de Menezes
São Paulo

Primeiro dia do verão europeu, esta quinta (21) é um dia festivo em Paris. Do lado de cá do Atlântico, em São Paulo, uma fatia de produção artística e cultural francesa ganha celebração, na nova produção do grupo Trovadores do Miocárdio: "O Firmamento do Amor na Francofonia".

Até domingo, o Teatro Aliança Francesa vai abrigar quatro noites de performances literárias, na definição do produtor cultural Eduardo Beu, que criou os Trovadores em 2012.

"Não é um sarau, que é uma leitura sem obrigação dramatúrgica. É algo intenso, tem elementos de teatro e música, nós ensaiamos muito. Estamos na fronteira entre teatro, performance e música."

As quatro noites de leituras dramáticas têm uma divisão temática. A abertura, na quinta, ganhou o título "O Amor Desconstruído no Surrealismo e no Existencialismo".

Nos três dias seguintes estão programadas "- Eu Te Amo! - Oui, Eu Também", "Boris Vian: O Amor em Rebeldia" e "Microtragédias do Desejo".

A programação inclui narrativas, músicas e poemas de, entre outros, Roland Barthes, Charles Baudelaire, André Breton, Albert Camus, Jean Cocteau, Marguerite Duras, Serge Gainsbourg, Jean Genet, Rimbaud e Verlaine.

O escritor e músico Boris Vian (1920-1959), identificado com o surrealismo, o anarquismo e o jazz, terá destaque. No sábado, aniversário de morte do artista, haverá a exibição do documentário "Boris Vian: La Vie Jazz", atraente para apreciadores de literatura e música.

Beu acredita que nesse projeto a música servirá como "partitura emocional". "As músicas são editadas, sampleadas, mas há espaço para coisas tocadas no palco", diz.

"Edgard Scandurra vai ler Breton e Bataille. Ele vai declamar com a cantora Silvia Tape e terá uma base musical eletrônica de fundo, mas também tocará sua guitarra."

Além de Scandurra e Silvia, a escalação reúne músicos, dramaturgos, atores e escritores conhecidos na cena cultural alternativa: Natalia Barros, Mário Bortolotto, Marco Aurelio Desantis, Fausto Fawcett, Natasha Felix, Bibiana Graeff, Bianca Joy Porter, Isabela Lages, Andrea Merkel.

Os Trovadores do Miocárdio apresentam um núcleo básico de cinco ou seis nomes, como Beu, Scandurra e Fawcett, mas agrega convidados a cada projeto. Trabalham, segundo Beu, "com textos autorais e de nossos heróis literários".

Ele chama "O Firmamento do Amor na Francofonia" de "uma ocupaçãozinha" no Aliança Francesa. Leva ao local três sebos paulistanos, Acervo, Brandão e Clepsidra.

Haverá venda de vinhos e atrações gastronômicas, disponíveis por duas horas antes do evento e uma depois do encerramento das performances.


O Firmamento do Amor na Francofonia

Teatro Aliança Francesa, r. General Jardim, 182. Qui. (21) a dom. (24), às 19h. R$ 40 (passaporte para dois ou mais dias custa R$ 30 por dia)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.