Ex-membros de O Rappa, cantoras e políticos relembram Yuka; veja repercussão

Letrista d'O Rappa morreu na noite desta sexta-feira (18), aos 53 anos, após sofrer um AVC isquêmico

São Paulo

O músico Marcelo Yuka, fundador da banda O Rappa, morreu na noite desta sexta-feira (18), aos 53 anos. 

 

Em coma induzido havia duas semanas, ele sofreu um AVC isquêmico.

No Instagram, o ex-vocalista do grupo O Rappa, Marcelo Falcão manifestou luto, pelo Instagram, com uma foto em preto. 

Já o ex-baterista, Marcelo Lobato se alongou um pouco mais e disse que Yuka "foi um dos fundadores d'ORappa. Naquela época ninguém imaginava onde aquela ideia ia parar. Foi longe. Apesar das diferenças, uma mente extremamente talentosa. Um pensar coletivo. Nunca deixou de ser um Rappa. Impos´sivel. O nosso imenso respeito". 

Além dos integrantes da banda, a morte de Yuka comoveu personalidades como a cantora Maria Rita. Pelo Twitter, ela desejou que a obra do músico "siga tocando as almas para todo o sempre, especialmente neste momento que vivemos". 

Marisa Monte, que participou de um dos álbuns da banda F.U.R.T.O dando voz à "Desterro", escrita junto com Yuka, relembrou a parceria feita em 2005. Segundo ela, a canção trata "sobre refugiados e armas, quando esse assunto ainda não estava tão presente". A cantora completou homenagem afirmando que o letrista foi um "visionário que agora mora no coração". 

Arnaldo Antunes agradeceu o colega e disse "seguimos com a sua força". 

O rapper Emicida escreveu que Yuka foi um "soldado da música que agora se mescla ao universo e ilumina os caminhos dos que a utilizam como arma para guerrear em nome de um futuro melhor para a maioria das pessoas". 

Em 2012, Yuka foi candidato a vice-prefeito do Rio pelo Psol, na chapa de Marcelo Freixo —Eduardo Paes, hoje no DEM e então no MDB, venceu no primeiro turno. Em um longo texto, Freixo escreveu: "Xará. Que falta você vai fazer! Como é difícil escrever algo agora. Sentirei muita falta das suas gargalhadas, dos apelidos, dos sonhos, da sua inteligência e principalmente da sua forma de amar o mundo".

Pelo Facebook, o vereador Eduardo Suplicy (PT) homenageou o cantor e disse que, em suas músicas, Yuka "enfatizava temas como a violência, racismo e desigualdades sociais." 

O funkeiro Buchecha postou uma foto do fundador do grupo carioca O Rappa sorrindo e desejou que ele "descanse em paz".

Veja outras homenagens ao cantor: 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.