Ciclo de debates aborda arquitetura brasileira no IMS Paulista

Evento nesta sexta e sábado é braço local da exposição portuguesa 'Infinito Vão'

São Paulo

A exposição “Infinito Vão”, que cobre 90 anos de produção brasileira na Casa da Arquitectura, em Matosinhos, Portugal, realiza nesta sexta e sábado, em São Paulo, um ciclo de debates.

O evento, que é organizado pela instituição portuguesa e pela Flip (Festa Literária Internacional de Paraty), se abre com um encontro inédito entre três nomes de destaque na fotografia de arquitetura no Brasil. 

Às 10h30, no Cineteatro do IMS Paulista —instituição que já recebera a primeira parte desse ciclo, em novembro—, reúnem-se Cristiano Mascaro, Leonardo Finotti e Nelson Kon, com mediação do editor e crítico Fernando Serapião.

Serapião é, ao lado do crítico e professor da FAU-USP Guilherme Wisnik, curador da Coleção Brasil da Casa da Arquitectura, conjunto de 55 mil itens que tem em “Infinito Vão”, em cartaz até 28 de abril, o seu primeiro recorte.

 
A importância da arquitetura nos espaços concebidos para a cultura é o tema do segundo encontro.

Danilo Santos de Miranda, do Sesc SP, e Lorenzo Mammì, do IMS-SP, debaterão com os arquitetos Marcelo Ferraz e Vinícius Andrade, das 12h às 13h.

As atividades de sexta se encerram com o lançamento de “Infinito Vão” —o livro, organizado por Wisnik e Serapião. 

Enquanto a mostra não vem para o Brasil, a publicação —realizada, como o ciclo, com o fomento do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo— oferece um repasse comovente da produção nacional desde 1924.

“É um fato curioso, invariavelmente tinha um brasileiro chorando na mostra”, recorda Serapião, para quem a música que banha o espaço expositivo em Portugal contribui para dar um “caldo de emoção”.

Se o livro, com suas 400 páginas, não pode transmitir o caráter interdisciplinar da exposição —que foi acompanhada de debates e filmes, além da potente trilha sonora—, traz por sua vez ensaios que se somam à visão dos curadores.

A edição, apresentada por Mauro Munhoz, da Flip, Nuno Sampaio, diretor da Casa da Arquitectura, e José Roberto Geraldine Júnior, do CAU/SP, terá 180 exemplares para distribuição gratuita no evento. 
Nova tiragem será lançada em Portugal em abril e será posta à venda no Brasil.

No sábado, às 10h30, Guilherme Wisnik lança “Dentro do Nevoeiro” (Ubu, R$ 54,90, 192 págs.), ensaio sobre a incerteza contemporânea e sobre como ela se reflete na arte e na arquitetura da atualidade.

Ele conversa sobre o livro com Agnaldo Farias e Giselle Beiguelman, professores da FAU-USP, antes de receber, com Nuno Sampaio, Paulo Mendes da Rocha para o diálogo que fecha o ciclo, às 12h. 
 

Infinito Vão: Brasil

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.