Coleção Folha O Melhor de Agatha Christie tem viagem e mistério com 'Morte no Nilo'

Livro de 1937 faz parte dos 'guias de viagem e mistério' da escritora

Maggie Smith e Bette Davis no filme de 1978 baseado no livro ‘Morte no Nilo’, de Agatha Christie
Maggie Smith e Bette Davis no filme de 1978 baseado no livro ‘Morte no Nilo’, de Agatha Christie - Divulgação
Thales de Menezes
São Paulo

​"Morte no Nilo", lançado originalmente em 1937, é o quinto volume da Coleção Folha O Melhor de Agatha Christie. Nas bancas no próximo domingo (23), é um dos livros que fazem parte dos "guias de viagem e mistério", como foram chamados alguns dos romances dela dos anos 1930.

​Em 1928, a escritora viajou ao Iraque para visitar escavações em Ur, comandadas por um de seus melhores amigos, o arqueólogo Leonard Woolley. Ali ela conheceu e se apaixonou por um dos assistentes de Woolley, o também britânico Max Mallowan.

Eles se casaram em 1930, e Agatha Christie passou a década seguinte acompanhando seu segundo marido em vários países, principalmente no Oriente Médio. Essas viagens provocaram a vontade de levar seu personagem mais marcante, o detetive belga Hercule Poirot, para lugares "exóticos".

Veio dessa ideia um de seus livros mais famosos, "Assassinato no Expresso Oriente" (1934), no qual Poirot investiga um crime durante viagem do trem de luxo de Istambul a Paris. Em 1936, ela lançou "Morte na Mesopotâmia", em que o detetive tem outro mistério a resolver, dessa vez num sítio arqueológico no Iraque.

"Morte no Nilo" também foi um grande sucesso, com a história de um crime que acontece durante a lua de mel de um casal milionário no Egito. Como sempre, Poirot está por perto e interrompe suas férias para investigar o crime, que tem por trás uma trama de paixão obsessiva.

Como "Assassinato no Expresso Oriente", que teve duas adaptações de sucesso no cinema, "Morte no Nilo" também chegou às telas. Em 1978, John Guillermin dirigiu o filme que traz o ator inglês Peter Ustinov no papel de Poirot. O elenco tem grandes nomes: Mia Farrow, Jane Birkin, Bette Davis, David Niven e Maggie Smith. Uma nova versão será rodada neste ano, dirigida por Kenneth Branagh, pela segunda vez interpretando Poirot.

Há outros exemplares de aventuras de Poirot pelo mundo. No livro "Assassinato no Beco", coletânea de quatro histórias curtas lançada em 1937, o detetive atua na ilha grega de Rodes, mais uma vez interrompendo férias para trabalhar. A novela se chama "Triângulo de Rodes". E Poirot vai a Jerusalém no romance "Encontro com a Morte", de 1938.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.