Descrição de chapéu Rock in Rio

Mano Brown entra fumando no palco Sunset e joga bituca na plateia do Rock in Rio

Rapper do Racionais apresentou canções que conversam pouco com a banda, mas entregam fino funk

Ivan Finotti
Rio de Janeiro

Pontualmente às 19h05, Mano Brown entrou fumando no palco Sunset e jogou a bituca na plateia. 

Com a cabeleira amarelada no topo, o membro do Racionais desfilou uma série de canções que conversam pouco com sua banda que o tornou famoso. E entregou um fino funk– clássico, bem anos 1970, levado pela banda Boogie Naipe com metais, mas cantado em ritmo de rap.

Mano Brown, em apresentação no primeiro dia do Rock in Rio
Mano Brown, em apresentação no primeiro dia do Rock in Rio - Adriano Vizoni/Folhapress

O som do Rock in Rio ajudou, entregando graves impecáveis, para um público tranquilíssimo. Um uísque escocês foi colocado em uma mesa no palco.

Com meia hora de show, Brown chamou Hyldon (de “Na Rua, na Chuva, na Fazenda) para dividir a música “Foi num Baile Black”. 

Mas o convidado especial da noite apareceu dez minutos depois: o baixista americano Bootsy Collins. Ele tem em seu currículo ter tocado com James Brown e participado do Parliament, Funkadelic e Deee-Lite (do megassucesso “Groove Is in the Heart”). 

Com uma roupa mais colorida que um arco-íris, cartola brilhabte e um óculos digno de Elton John, Collins cantou as últimas três canções da noite. Foram os clássicos “Mothership Connection” e “Give Up the Funk”, ambas do Parliament, e “I’d Rather Be With You”, de sua carreira solo. A todas, o público respondeu dançando, até que, durante a última música, o palco Mundo acordou anunciando a próxima atração. Fogos de artifício atrapalharam o final do show no Sunset, que durou exatamente uma hora.

Erramos: o texto foi alterado

Versão anterior deste texto dizia que Mano Brown é ex-Racionais, mas o músico segue no grupo. O erro foi corrigido.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.