Osesp estreia peça 'Cartas Portuguesas', parte de série de transmissões ao vivo

Composição é baseada na correspondência amorosa da freira portuguesa Mariana Alcoforado a um oficial francês

São Paulo

Nesta sexta-feira (28), a Osesp estreia a peça "Cartas Portuguesas", de João Guilherme Ripper, parte da série de transmissões ao vivo feita pela instituição durante a pandemia de coronavírus, que acontece na Sala São Paulo e sem público.

"Cartas Portuguesas" é baseada na correspondência amorosa de Mariana Alcoforado, uma freira portuguesa, ao oficial francês Noel de Chamilly —as cartas foram traduzidas e publicadas em 1669 em Paris.

A peça, com regência de Roberto Tibiriçá, tem a soprano Camila Titinger no papel principal e a participação de Érika Muniz, Luiza Willert e Raquel Paulin. A Osesp interpreta também a "Sinfonia nº 36 – Linz", de Wolfgang Amadeus Mozart, no programa.

O concerto será transmitido às 19h nos canais de YouTube, Facebook e Instagram da instituição. A gravação também ficará disponível nas plataformas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.