Conta de luz terá bandeira vermelha 2 em junho, nível mais caro, diz Aneel

Aumento é devido à redução de volume nos reservatórios de hidrelétricas

Linhas de transmissão de energia em Foz do Iguaçu, no Paraná
Linhas de transmissão de energia em Foz do Iguaçu, no Paraná - Adriano Machado/Bloomberg
Luciano Costa
São Paulo

As contas de luz dos brasileiros vão ficar mais caras em junho devido ao acionamento da chamada bandeira tarifária vermelha nível 2, o mais elevado para as cobranças adicionais relacionadas ao mecanismo, informou nesta sexta-feira (25) a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O sistema tarifário eleva o custo da energia em momentos de escassez de geração, quando podem ser acionadas bandeiras amarela, vermelha ou a vermelha 2 — esta última representa um custo adicional de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora consumidos.

A Aneel disse que o maior custo em junho deve-se à redução de volume nos reservatórios das hidrelétricas da região Sul e à previsão de chuvas baixas em relação à média histórica.

Reuters

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.