Descrição de chapéu Financial Times

Lego vai trocar plásticos por materiais sustentáveis até 2030

Companhia mudará praticamente tudo que produz, de cabeças de dragão a pneus de carrinhos

Bonecos do Lego enfileirados
Blocos de plástico do Lego serão feitos por materiais sustentáveis - Matt Rourke/AP
Billund | Financial Times

A fabricante dinamarquesa de brinquedos Lego quer trocar todos os plásticos à base de petróleo que usa por materiais mais sustentáveis, até 2030.

A companhia vai mudar a composição de praticamente tudo que produz, de cabeças de dragão a pneus de carrinhos.

“O desafio que enfrentam não é fácil. Mas espero que a Lego possa fazer algo de inovador, porque, se alguém é capaz disso, são eles, em razão de seus preços”, disse Sharon George, professora de sustentabilidade ambiental na Universidade Keele, no Reino Unido.

A Lego compra 1 kg de grãos plásticos ABS por US$ 1 (R$ 3,85) e transforma a matéria-prima em conjuntos de blocos que são vendidos por US$ 75 (R$ 290) por quilo, segundo especialistas.

A empresa dinamarquesa investiu o equivalente a R$ 600 milhões em um centro de materiais sustentáveis.

Tradução de Paulo Migliacci

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.