Descrição de chapéu DeltaFolha

'Black Friday' verde-amarela reúne 3.000 participantes

Construtoras darão um ano de condomínio grátis; bancos vão renegociar dívidas

Leonardo Diegues Marina Estarque
São Paulo

Semana do Brasil, evento de descontos que o governo criou para funcionar como uma longa Black Friday e estimular o consumo, já tem quase 3.000 participantes cadastrados, entre empresas e associações, segundo levantamento da Folha a partir de dados apresentados no site do evento até a manhã desta terça-feira (3). 

Pelo calendário oficial, as promoções vão ocorrer em meio as comemorações da semana da pátria, de 6 a 15 de setembro. 

Os estados de São Paulo e Paraná são os que mais tiveram participantes únicos cadastrados no site —foram 840 e 371, respectivamente. 

Da mesma forma, as suas capitais, São Paulo e Curitiba, aparecem no topo do ranking dos 705 municípios representados. São 232 e 143 participantes únicos, respectivamente. 

Considerando as repetições, foram 4.263 registros. Nesses casos, participantes com lojas e filiais diferentes se inscreveram mais de uma vez. Há também situações em que uma mesma empresa fez um registro para cada ação prevista, como promoção, desconto ou apenas divulgação.

No início da noite, segundo o governo, as inscrições somavam mais de 6 mil.

O varejo é um dos segmentos mais engajados na campanha, mas empresas e entidades de outros setores, como imobiliário e bancário, também aderiram.

O Secovi-SP (sindicato do setor imobiliário) e Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) decidiram estimular seus associados a participarem. 

A principal ação articulada por empresas e entidades é oferecer um ano de condomínio grátis para quem comprar o imóvel durante a semana. Segundo a Abrainc, cada incorporadora vai determinar como fazer a sua promoção, e há uma expectativa de aumento das vendas.

“Estamos com uma adesão muito boa, até o momento são quase 14 empresas de grande porte. O benefício de um ano do condomínio grátis é interessante para quem compra, palpável, e a pessoa ainda pode negociar o valor”, disse o presidente da Abrainc, Luiz França. 

Empresas como Econ, Cyrella , RNI, Setin, Exto/Casa Viva, Plano e Plano, Vitacon, Morar Construtora, Namour, Tegra e Even vão participar da Semana do Brasil, de acordo com a  Abrainc.

O presidente do Secovi-SP, Basilio Jafet, diz que a campanha é positiva e espera que ela se consolide como um evento anual. 

“Nós achamos uma iniciativa espetacular sob todos os aspectos, cria uma oportunidade que gera vendas, movimenta a economia e todo mundo pode se dar bem”.

A Setin Incorporadora, por exemplo, vai dar um ano de condomínio grátis para a compra em empreendimentos residenciais e comerciais. Cyrela e Living vão conceder o benefício de um ano de condomínio grátis para todas as unidades prontas.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) disse que 17 instituições financeiras vão participar da semana, com produtos e serviços em condições especiais. “As ações envolvem desde a oferta de crédito, seguros, investimentos até a realização de feirões de renegociação de dívidas”, disse a federação, por meio de nota. 

Os bancos participantes, de acordo com a Febraban, são: ABC, Alfa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, BANESE – Banco do Estado de Sergipe, Banrisul, Bradesco, BTG, Caixa Econômica Federal, Daycoval, Itaú, Grupo Pan, Mercantil do Brasil, Votorantim, Safra, Santander e Semear.

O Itaú Unibanco, no entanto, não vai oferecer descontos na área financeira, mas em produtos culturais complementares, os cinemas e o sistema de bicicletas.

“De 6 a 15 de setembro, o plano diário das laranjinhas será gratuito para novos usuários; já nos cinemas, cliente Itaú Unibanco terá 50% de desconto em todos os combos da bombonière (exceto unidade Augusta)”, afirmou o banco. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.