Itaú Chile tem perda contábil de US$ 930 milhões

Segundo comunicado ao mercado, resultado não afeta a capacidade do banco de distribuir lucros

São Paulo

O Itaú Chile informou à CMF (Comissão para o Mercado Financeiro, a CVM chilena) nesta quinta-feira (9) que teve uma perda contábil em seu balanço de US$ 930 milhões (R$ 4,99 bilhões), segundo informações do jornal chileno Diario Financiero.

Essa perda, segundo o jornal, é resultado da deterioração do ágio dos negócios do banco no Chile, no valor de US$ 545,7 milhões (R$ 2,93 bilhões), e dos ativos intangíveis gerados pela unidade na Colômbia por US$ 384,4 milhões (R$ 2,06 bilhões).

No comunicado ao mercado, o banco afirmou que isso "não tem impacto na posição de liquidez ou risco de mercado e crédito". Além disso, segundo a mensagem, essa perda não afeta a capacidade do banco de distribuir os lucros nos exercícios fiscais posteriores a 2020.

Itaú registrou prejuízo contábil de US$ 930 milhões
Itaú registrou prejuízo contábil de US$ 930 milhões - Rodrigo Garrido/Reuters

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.