Descrição de chapéu Aeroin

Substituto do Embraer, primeiro Airbus A220 da JetBlue fica pronto

Aeronaves irão subtituir todos os 60 jatos Embraer E190 de primeira geração que estão na companhia desde 2005

São Paulo | Aeroin

A JetBlue divulgou nesta segunda-feira (19) imagens do seu primeiro jato Airbus A220, que será o substituto dos jatos Embraer na frota da empresa, que foi fundada pelo brasileiro David Neeleman.

O jato de matrícula provisória C-GPJH foi fabricado pela Airbus em Mobile, no estado americano do Alabama, e é o primeiro das 70 unidades do A220-300, antigo CSeries CS300 da Bombardier, encomendados pela JetBlue.

Um fato interessante é que o avião foi feito e pintado nos EUA nas instalações da MAAS Aviation em Mobile, mas está com matrícula canadense, apesar da bandeira americana logo ao lado.

JetBlue divulga nesta segunda-feira (19) imagens de seu primeiro jato Airbus A220
JetBlue divulga nesta segunda-feira (19) imagens de seu primeiro jato Airbus A220 - Divulgação

O motivo é um tanto quanto interessante: o jato apesar de ser feito nos EUA, é regulado pela Transport Canada Civil Aviation (TCCA) por ser um projeto original da canadense Bombardier. Isso é possível devido a acordos entre os países.

Os A220-300 irão subtituir todos os 60 jatos Embraer E190 de primeira geração que estão na JetBlue desde 2005, quando a empresa foi a primeira a voar com o avião brasileiro nos EUA. Alguns destes jatos vieram para a Azul que, assim como a JetBlue, foi fundada pelo brasileiro Neeleman.

Na sua próxima empreitada, a companhia aérea americana Breeze Airways, Neeleman seguirá sua receita de sucesso: começará com jatos Embraer adquiridos da Azul, e em agosto do ano que vem recebe os primeiros A220. Algo curioso é que a Breeze, assim como a Azul e a JetBlue, também tem logo e cores na cor azul –pode ser uma superstição de David Neeleman que, aparentemente, tem dado certo.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.