Amazon acelera frete em compras internacionais na briga por entrega rápida

Empresa anuncia benefício a assinantes e entrega mais rápida a todo país

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Na briga por prazos mais curtos nas entregas do ecommerce, a Amazon anuncia nesta terça-feira (11) uma modalidade de frete gratuito para compras internacionais a assinantes do serviço Prime no Brasil.

A companhia também diz que vai acelerar o despacho de mercadorias dos Estados Unidos para o mercado brasileiro. Mesmo com atrasos devido à pandemia, a empresa promete que itens importados adquiridos no Brasil fiquem prontos para o envio em até duas semanas.

Só serão isentos de frete na Amazon os inscritos no Prime, que cobra R$ 9,90 para acesso a catálogo de filmes, música e frete gratuit
Só serão isentos de frete na Amazon os inscritos no Prime, que cobra R$ 9,90 para acesso a catálogo de filmes, música e frete gratuito - AFP

A pandemia acirrou a competição de empresas do comércio eletrônico para entrega rápida ao consumidor. O marketplace da Amazon já permitia a venda de produtos internacionais, mas sem o benefício do frete a assinantes e com prazo de entrega maior. A empresa passa a competir com outros marketplaces populares na compra de importados no Brasil, como Shopee e AliExpress, do chinês Alibaba.

Em alguns casos, a depender do valor da compra, as empresas pagam o frete, mas o prazo de entrega costumar durar 30 dias. O Mercado Livre também possibilita o comércio de produtos internacionais, mas não esclrece se arca com o frete a assinantes do seu serviço de pontos nesse tipo de transação.

Só serão isentos de frete na Amazon os inscritos no Prime, que cobra R$ 9,90 para acesso a catálogo de filmes, música e frete gratuito. Na nova divisão de compras internacionais, o valor final dos itens já incluirá as tributações de importação.

A empresa criou uma tecnologia que conecta os centros de distribuição brasileiros com a operação americana, o que permitiu reduzir os prazos de entrega em 40% na comparação com outras modalidades de venda internacional no site brasileiro, de acordo com Tiago Abel, líder de operações de varejo no país.

Alguns produtos já estarão disponíveis para pronta-entrega no país, com prazo de dois dias para a chegada na casa dos clientes, ou entrega no mesmo dia com uma taxa extra para consumidores do centro expandido de São Paulo.

"Em duas semanas o produto será despachado para o consumidor, mas a chegada depende do tipo de mercadoria. O cliente não Prime terá mais velocidade, mas não terá o frete grátis", afirma Abel.

A Amazon não abre números sobre quantos clientes Prime têm no Brasil, mas assim que o serviço foi lançado, em 2019, o país teve uma das adesões mais rápidas na comparação com outros mercados de atuação da companhia. No mundo, são mais de 200 milhões de assinantes.

A divisão de compras internacionais terá produtos de categorias como casa e cozinha, música, eletrônicos, beleza, informática e moda.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.