Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/04/2011 - 16h51

Operários do Minha Casa, Minha Vida são iludidos por bom salário

Publicidade

DE SÃO PAULO

O programa Minha Casa, Minha Vida tem trabalhadores em condição degradante em São Paulo, que enfrentam falta de salário e alojamentos precários no interior do Estado. A íntegra da reportagem está disponível para assinantes da Folha e do Uol.

O repórter de Poder Silvio Navarro fala sobre as condições nos locais onde vivem os operários. De acordo com ele, é possível ver "colchões, beliches construídas com madeira da própria obra, pessoas dormindo ao lado de botijões de gás", correndo risco permanente em caso de incêndio, entre outros problemas.

O jornalista explica ainda que as condições de trabalho também são problemáticas. "Há casos em que há retenção da carteira de trabalho, o que impede que esses operários saiam dos locais".

No podcast abaixo, Navarro fala ainda sobre a falta de pagamento de alguns trabalhadores, atrasos em salários e remuneração inferior ao piso da categoria, que é de R$ 990.

Silvio Navarro

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página