Califórnia votará proposta que pode dividir estado americano em três

Pergunta estará na cédula das eleições de novembro nos EUA

São Paulo

O governo da Califórnia confirmou nesta quarta-feira (13) que uma proposta para dividir o estado americano em três estará na cédula das eleições de novembro, que irão renovar um terço do Senado dos EUA, toda a Câmara e alguns governadores estaduais.

O investidor americano Tim Draper, que defende a divisão da Califórnia em três estados
O investidor americano Tim Draper, que defende a divisão da Califórnia em três estados - Stephen Lam - 12.abr.18/Reuters

Se aprovada, a proposta que é defendida pelo investidor Tim Draper dividiria a Califórnia atual —o estado mais populoso dos EUA, com 40 milhões de habitantes— em Califórnia, Califórnia do Norte e Califórnia do Sul.

A primeira teria 12, 3 milhões de habitantes e seria centrada ao redor do condado de Los Angeles.

Califórnia do Norte agruparia cerca de 40 condados, com aproximadamente 13,3 milhões de habitantes.

A parte do sul, com 13,9 milhões de pessoas, seria formada por 12 condados.

​Para Draper, dividir o estado levaria a melhorias em infraestrutura e educação, ao mesmo tempo que permitiria uma redução de impostos.

"Os estados estariam mais sujeitos a prestação de contas a nós e poderiam cooperar e competir pelos cidadãos", disse o investidor ao jornal Los Angeles Times.

Mesmo que aprovada na eleição de novembro, a divisão do estado precisaria passar ainda pelo Congresso americano.

Pesquisa divulgada em abril apontou que 72% dos entrevistados votariam contra a divisão da Califórnia, e tentativas similares falharam no passado. O próprio Draper tentou, em 2014, dividir a Califórnia em seis estados menores.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.