Direção do PT pede que Lula seja representado em sabatinas da Folha, UOL e SBT

A Folha entende que a candidatura é pessoal e o nome apontado pelo partido não pode participar porque está preso

São Paulo

A direção nacional do PT pediu nesta terça-feira (8) para ser representada na série de sabatinas da Folha, UOL e SBT com os pré-candidatos a presidente da República. Em carta aos veículos, afirma que a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não exclui o partido do debate eleitoral.

“Ao contrário: nenhum outro candidato desperta tanto interesse quanto Lula, que continua liderando as pesquisas mesmo depois da prisão arbitrária”, diz o texto, assinado pela presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e pelo secretário de comunicação da legenda, Carlos Henrique Árabe.

“Lula mantém seus direitos políticos, inclusive o de votar e ser votado. É o candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores e a sua candidatura será registrada no TSE até 15 de agosto, conforme a lei. Somente depois destes prazos a Justiça Eleitoral poderá analisar sua elegibilidade, cabendo, se necessário, recursos.”

 

O ex-presidente está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril. Ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Sua defesa nega que ele tenha cometido irregularidades.

“Nenhum debate será democrático e verdadeiramente jornalístico se não contemplar as propostas de Lula e do PT, que é o maior partido político do país. Reiteramos, portanto, que a candidatura de Lula deve ser contemplada na série de sabatinas destes veículos, por meio de um representante do PT”, afirma a direção da legenda.

A carta do PT é endereçada a Sérgio Dávila, editor-executivo da Folha, a Irineu Machado e Alexandre Gimenez, gerentes gerais de conteúdo do UOL, e a José Occhiuso, diretor nacional de jornalismo do SBT. 

A Folha entende que a candidatura é pessoal, e o nome apontado pelo partido como seu candidato não pode participar da sabatina porque está preso.

A série de sabatinas foi iniciada nesta segunda (7) com o pré-candidato Alvaro Dias (Podemos). Em seguida, serão entrevistados Marina Silva (Rede), no dia 11 de maio, e Ciro Gomes (PDT), no dia 21.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.