Descrição de chapéu Eleições 2018

Campanha de Ciro destina R$ 40 mil a escritório do qual ele é sócio

Empresa do pedetista foi contratada para prestar serviços jurídicos a sua própria campanha

Gustavo Uribe Bernardo Caram
Brasília

O candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) declarou à Justiça Eleitoral ter feito um repasse de R$ 40 mil a escritório de advocacia do qual o próprio presidenciável é sócio.

Segundo prestação entregue ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o Xerez Saldanha Vasconcelos e Ciro Gomes Advogados Associados, com sede em Fortaleza, recebeu o montante por "serviços advocatícios de assessoria e consultoria". 

A maior parte dos recursos arrecadados até agora para financiar a campanha do candidato, que totalizou R$ 16,1 milhões, é proveniente do fundo eleitoral, que é composto por recursos públicos. Ele reuniu apenas R$ 93 mil de financiamento de pessoas físicas. 

Em 2017, o hoje candidato disse em entrevista que o empreendimento constituía uma de suas fontes de renda. Ele tornou-se formalmente sócio no final de 2016 e aparece como integrante da equipe no site do escritório. 

Procurada pela Folha, a campanha do candidato informou que Ciro está afastado da empresa durante a campanha eleitoral e que "jamais recebeu nenhum recurso decorrente da prestação do serviço de advocacia à sua campanha". 

Segundo a equipe do candidato, o escritório continua em atuação com outro sócio, André Xerez, que, além do ex-ministro do TSE Arnaldo Versiani, presta serviços para a campanha eleitoral. 

No primeiro mês de campanha eleitoral, os candidatos à Presidência declararam ter arrecadado R$ 150,8 milhões. Do total das doações, apenas 3% são de pessoas físicas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.