Descrição de chapéu Eleições 2018

Zema não vai se expor apenas para que Anastasia treine golpes nele, diz coordenador sobre falta em debate

Candidato do Novo em Minas Gerais cancelou participação após ser alvo de propaganda tucana

Romeu Zema (Novo) à frente e Antonio Anastasia (PSDB) ao fundo, posicionados para debate da Rede Bandeirantes para o governo de Minas Gerais
Romeu Zema (Novo) à frente e Antonio Anastasia (PSDB) ao fundo, durante debate da Rede Bandeirantes para o Governo de Minas Gerais - Carolina Linhares/Folhapress
Carolina Linhares
Belo Horizonte

Depois que a campanha de Antonio Anastasia (PSDB) levou ao horário eleitoral trechos do debate da Record, do último sábado (20), Romeu Zema (Novo) decidiu cancelar sua participação no debate do SBT, na terça (23). Ele divulgou a decisão duas horas antes.
 
Segundo o vereador Mateus Simões, coordenador político da campanha de Zema, o cancelamento ocorreu porque o candidato está cansado após visitar mais de 200 cidades em campanha. A ideia é poupá-lo e prepará-lo para o debate da Globo, na quinta (25), do qual irá participar.
 
Simões reconhece, porém, que a performance de Zema na Record caiu. “Acho que ele se surpreendeu com a agressividade de Anastasia. E estava visivelmente cansado, o que compromete o desempenho”, disse. “Ele precisa de mais tempo de descanso para estar pronto para responder no debate da Globo.”
 
“Sem que ele esteja mentalmente descansado, não vai se expor apenas para que Anastasia treine golpes em cima dele. Não ia se submeter a um debate só para a diversão de Anastasia. Ele precisa estar descansado para enfrentar a dificuldade, não de discutir propostas, mas de desviar de acusações a todo tempo”, completou.

O próprio Anastasia alfinetou Zema vinculando a ausência no SBT ao debate anterior. “Talvez Zema esteja temeroso em razão dos debates anteriores, quando mostramos incongruências e aberrações do seu programa de governo”, disse.
 
Simões lembrou ainda que Zema já participou de debates, sabatinas e entrevistas: “Já expusemos nossas ideias”. Questionado sobre o recolhimento do candidato ser uma estratégia para manter a liderança nas pesquisas, Simões afirmou que, se fosse isso, ele não iria ao debate da Globo, de maior audiência.
 
Zema e Anastasia já haviam se confrontado no debate da Bandeirantes, no dia 18. Mas, no debate da Record, o candidato tucano subiu o tom ao criticar propostas do Novo.
 
Sem seu adversário no SBT, Anastasia foi entrevistado no horário dedicado ao debate e novamente criticou Zema: “É um desrespeito ao eleitor que tem direito a saber das propostas”.
 
Em nota divulgada duas horas antes do debate, Zema afirmou que após ter participado de outros debates e sabatinas, dedicaria a última semana da campanha ao “contato direto com os eleitores através de visitas e reuniões nas diversas regiões de nosso estado”.
 
Apesar de ter atribuído a ausência a compromissos de campanha, Zema estava em Belo Horizonte na terça. Participou de uma reunião no Tribunal Regional Eleitoral, mas deixou o local sob a orientação de assessores de não falar com a imprensa.
 
Ao contrário da semana passada, quando teve encontros com diversas categorias, entrevistas e viagens, nos últimos dias o empresário tem evitado a imprensa e o confronto com Anastasia.

Na segunda (22), também não participou de um debate com o tucano para 400 prefeitos, embora tenha sido esperado até o último momento ---alegou que seus compromissos em Uberlândia (MG) atrasaram. Nesta quarta (24), não foi ao debate na CBN. Nas duas ocasiões, como no SBT, Anastasia foi entrevistado.
 
A campanha foi questionada sobre a contradição de Zema por ter confirmado presença no debate do SBT e depois faltado, o que pode demonstrar falta de compromisso inclusive com as promessas de campanha. Simões respondeu que Zema só assumiu o compromisso de ir ao debate da Globo.
 
O vereador lembrou que Anastasia também cancelou participação em entrevista da Globo e G1. Na ocasião, o tucano justificou-se dizendo que, no modelo proposto pela emissora, as perguntas eram colocadas de forma agressiva e havia interrupções constantes.
 
“Em nenhum momento foi confirmada a presença no debate do SBT. Tanto é que foi discutida na reunião das regras como seria uma eventual ausência de um dos concorrentes. A emissora, no entanto, por problemas na grade, não quis que constasse na ata da reunião das regras como seria se houvesse alguma ausência”, afirmou a campanha de Zema em nota.
 
Zema, porém, chegou a divulgar pela manhã em sua agenda que iria ao debate.

PROPAGANDA

Anastasia levou ao horário eleitoral trechos do debate da Record em que diz que o programa de governo de Zema é cheio de “equívocos e aberrações” que ele mesmo está retirando. “Ele nega o próprio plano.”
 
Zema justificou dizendo que o plano era dinâmico. “Discutindo e escutando as pessoas, vi que dava para melhorar muito.”
 
O tucano exibiu ainda Zema afirmando que não conseguiria levar ao Jequitinhonha, região pobre de Minas, empresas de tecnologia.
 
“Não vamos levar nenhuma empresa de tecnologia para pagar salário de R$ 5.000, R$ 10 mil para o Vale do Jequitinhonha. Mas empresas de confecções e calçados para pagar o salário mínimo ou um pouco mais, tenho certeza que consigo viabilizar”, disse.
 
Anastasia também tem explorado falas polêmicas de Zema à imprensa, como quando disse que no Jequitinhonha e Mucuri era possível contratar uma empregada doméstica por R$ 300. Zema disse que se referia à realidade do estado, que pretende mudar.

Nesta quarta, o tucano levou ao horário eleitoral a ausência de Zema nos últimos compromissos. "No primeiro turno ele reclamou de não participar dos debates porque a lei não autorizava seu partido a participar e agora, quando tem a possibilidade, falta. Está fugindo da raia."

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.