Folha repudia ataques à jornalista Patrícia Campos Mello

Jornal reagirá publicando documentos que mais uma vez comprovam correção de reportagens sobre uso ilegal de disparos de redes sociais na campanha de 2018

São Paulo

Leia nota da Folha sobre os ataques a seu jornalismo na CPMI das Fake News nesta terça (11):

“A Folha repudia as mentiras e os insultos direcionados à jornalista Patrícia Campos Mello na chamada CPMI das Fake News. O jornal reagirá publicando documentos que mais uma vez comprovam a correção das reportagens sobre o uso ilegal de disparos de redes sociais na campanha de 2018. Causam estupefação, ainda, o Congresso Nacional servir de palco ao baixo nível e as insinuações ultrajantes do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)".

Celulares usados em empresa para enviar mensagens de WhatsApp em massa - Reprodução

Leia abaixo algumas das reportagens da série sobre as fake news na campanha eleitoral de 2018:

Empresários bancam campanha contra o PT pelo WhatsApp

Fraude com CPF viabilizou disparo de mensagens de WhatsApp na eleição

Empresas contrataram disparos pró-Bolsonaro no WhatsApp, diz espanhol

Engenheiro boliviano diz que seu software foi usado em disparos pró-Bolsonaro

WhatsApp admite envio maciço ilegal de mensagens nas eleições de 2018

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.