Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Casa Civil aprova nomeação de filha do ministro Braga Netto para cargo na ANS

Apesar de aval para cargo de gerência, militares do governo defendem que escolha não seja efetivada

Brasília

A Casa Civil aprovou a nomeação de Isabela Braga Netto, filha do ministro e general Walter Braga Netto, para um cargo de gerência na ANS (Agência Nacional de Saúde Complementar). Braga Netto é o titular da pasta.

A indicação para o cargo de livre nomeação, com salário previsto de R$ 13 mil, está em análise pela diretoria da agência reguladora.

O nome foi aprovado pela Casa Civil, já que a pasta ministerial analisa a idoneidade de todas as indicações feitas para funções federais de alto escalão.

O general Walter Braga Netto e o presidente Jair Bolsonaro na posse do militar como ministro da Casa Civil, em fevereiro de 2020, no Palácio do Planalto - Pedro Ladeira - 18.fev.2020/Folhapress

Segundo a agência reguladora, foi realizado um procedimento consultivo para verificar a possibilidade da filha do ministro ocupar o posto.

"A situação segue em análise pela diretoria demandante, ainda sem previsão de conclusão", explicou a entidade de saúde. Procurada, a Casa Civil não se pronunciou.

Com a repercussão negativa da indicação, assessores presidenciais passaram a defender que a nomeação não seja efetivada. Segundo relato feito à Folha, o conselho foi inclusive levado ao presidente Jair Bolsonaro.

O receio, inclusive de integrantes da cúpula militar, é de que o episódio possa desgastar ainda mais a imagem das Forças Armadas, criticadas por seu envolvimento no comando do Ministério da Saúde em meio à pandemia do coronavírus.

A possibilidade de nomeação da filha do ministro foi revelada pela revista Veja. Ela é formada em comunicação social e não é servidora de carreira.

Se a indicação for efetivada, Isabela ocupará posto na gerência de análise setorial e contratualização com prestadores. O cargo é exercido atualmente por Gustavo Macieira, especialista em regulação.​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.